Em 2003, Palmeiras ficou perto de trocar Love por jogador que mais tarde atuaria pelo Santos; entenda

palmeiras
Foto: Reprodução

O Palmeiras disputou a segunda divisão do Campeonato Brasileiro em 2003. Mas não é por isso que deixou de se reforçar. Durante a temporada, a equipe alviverde tentou acertar com um dos artilheiros do Brasileirão, que acabou indo para o futebol japonês, antes de reforçar o Santos.

Para a disputa da  Série A do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tentou a contratação do atacante José Róbson do Nascimento, vulgo Robgol. Na época, o atacante era um dos principais jogadores do Paysandu, fazendo 15 gols nas 17 partidas em que atuou e disputando artilharia do Brasileirão.

LEIA MAIS

GUERRA DIZ QUE PALMEIRAS TEM OBRIGAÇÃO DE VENCER LIBERTADORES

FOX SPORTS AGUARDA FOLLMANN PARA ASSINAR CONTRATO; EX-GOLEIRO SERÁ COMENTARISTA

DESTAQUE BRASILEIRO NO FUTEBOL ALEMÃO REVELA QUE TEVE VONTADE DE JOGAR NO PALMEIRAS

Em 2003, o Palmeiras jogou a segunda divisão do Campeonato Brasileiro e conquistou a competição. No meio do ano, na intenção de reforçar o elenco para o restante da temporada, a diretoria palmeirense tentou a contratação de um jogador que vinha fazendo muitos gols pelo Paysandu, chegando a ser um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, naquela ocasião: Robgol.

Em entrevista exclusiva ao Globoesporte.com, o ex-atacante revelou a sondagem do Palmeiras e afirmou que o clube pretendia envolver o jovem Vagner Love na negociação, quando o atacante, hoje, um dos ídolos palmeirenses, ainda surgia no mundo da bola.

Antes de ir para o Japão o Palmeiras me procurou. Um diretor veio para Belém, conversou comigo. Eles precisavam de um homem gol. Estavam na Série B do Brasileiro e queriam o acesso a todo custo. O Palmeiras fez uma proposta financeira para o Paysandu e em contrapartida, para me levar, oferecia mais quatro jogadores, sendo um deles o Vagner Love, mas o (Arthur) Tourinho (presidente do Paysandu na época) não gostou muito e não houve o acordo”, revelou.

Robgol admitiu que pretendia assinar com o Palmeiras, porém acabou continuando no Paysandu até ser negociado com o Oita Trinita, do futebol japonês. Após passar pelo futebol nipônico, o ex-atacante acabou indo para uma outra equipe paulista: o Santos, para a disputa da Copa Libertadores. Lá ele jogou até ser negociado com o Sport, ainda em 2004:

Eu queria ir, porque era o Palmeiras, eu queria ajudar, escrever uma nova história. Como não vingou tudo bem. Permaneci no clube e só depois fui para o Japão. No caso do Vagner, ele acabou ficando por lá, começou a fazer gol e depois todos sabem da história dele né? Chegou a seleção e teve uma carreira vitoriosa. Coisas do futebol e só Deus sabe o que vai acontecer”, afirmou.