Em 2000, Marcos brilhou e Palmeiras eliminou o Peñarol da Libertadores

Palmeiras
Foto: Divulgação/ Facebook Oficial Goleiro Marcos

Um dos principais jogos desta quarta-feira reunirá o maior campeão brasileiro contra o maior campeão uruguaio. Palmeiras x Peñarol voltam a se enfrentar em uma Libertadores da América.

A última vez que os times se cruzaram foi em 2000. Atual campeão da Libertadores, o Verdão tinha a missão de defender o título e tinha parada dura contra o Peñarol. Perdeu o jogo de ida no Uruguai por 2 a 0 e tinha que reverter no Palestra Italia.

LEIA MAIS: Veja quatro jogadores do Peñarol que o Palestra deve se preocupar

O Verdão saiu na frente com Neném e aumentou a vantagem com Marcelo Ramos. A partida estava indo para os pênaltis, até que Marcelo fez mais um gol e deixando o Palestra perto da classificação. Mas Pacheco diminuiu para os auri-negros.

O Palmeiras ficou nervoso no jogo e acabou levando o segundo gol, mas a arbitragem anulou alegando impedimento do jogador uruguaio que marcou o gol. Com o 3 a 1 no placar, a partida foi para os pênaltis.

Euller, que perdeu um pênalti no tempo regulamentar, voltou a desperdiçar uma cobrança. Marcelo Ramos, Alex e Rogério converteram para o Palestra Italia. E no lado uruguaio, Pacheco acertou a trave. Aguirregaray teve seu pênalti defendido por Marcos. Na última cobrança, Cedrés bateu no canto, Marcos defendeu e garantiu a classificação do Alviverde para as quartas de final da Libertadores de 2000.



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com