Roger elogia ‘briga’ do Atlético-MG em goleada e exalta ‘nível altíssimo’ de Fred

Roger Machado Atlético-MG
Reprodução/TV GALO

Quem projetou um jogo fácil para o Atlético-MG contra o Sport Boys (BOL), na Arena Independência, se enganou. Postado na defesa desde o início, o time boliviano complicou a partida, chegou a virar o jogo e só foi derrotado por conta de uma grande atuação de Fred. Artilheiro da equipe no ano, o camisa 9 marcou quatro gols na segunda etapa e foi elogiado por Roger Machado.

Em entrevista coletiva após a goleada pelo placar de 5×2, o treinador atleticano também comentou a estratégia do adversário e ressaltou a briga e competitividade do time atleticano.

LEIA MAIS:

VOCÊ NÃO PODE IR DORMIR SEM LER ESTAS NOTÍCIAS DO ATLÉTICO

FRED MARCA QUATRO VEZES E DECIDE PARA O ATLÉTICO CONTRA O SPORT BOYS

ATLÉTICO X SPORT BOYS: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA DA LIBERTADORES

“[O Fred] É um jogador de altíssimo nível, como tem mostrado nesse começo de temporada. Não precisa de muitas oportunidades para fazer o gol. Essa é a grande qualidade do centroavante de alto nível”, falou Roger Machado.

Considerando o empate um bom resultado, como seu técnico havia adiantado ao decorrer da semana, o Sport Boys entrou em campo com uma estratégia defensiva e, mesmo após levar um gol de Robinho [com dois minutos], não mudou sua filosofia de jogo.

“O adversário veio com uma proposta clara de se defender com cinco, outra linha com quatro e apenas o Tenório entre os zagueiros. Conseguimos um gol cedo, como é característica do Atlético em casa, mas o adversário não saiu da sua postura”, analisou Roger.

Apesar das dificuldades encontradas, principalmente até os 30′ do segundo tempo, quando Fred balançou duas vezes as redes em menos de cinco minutos, o técnico do Galo afirmou que sua equipe ‘mandou’ na partida, demonstrando vontade e competitividade.

“Números dos jogos foram todos nossos, mas no contra-ataque numa bola parada eles conseguiram chegar. Após o segundo gol e senti a necessidade de mudar a característica, colocando dois homens altos entre os três defensores. Isso nos deu vantagem. Uma virada importante, com a cara do Atlético (…) Quase se dá joga, quando não se dá, se compete e se briga muito”, completou.



Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.