San Lorenzo busca primeiros pontos na Libertadores diante da Universidad Católica

Foto: Reprodução/Facebook San Lorenzo

Apontado como um dos grupos mais difíceis da atual edição da Copa Libertadores da América, a chave que conta com San Lorenzo, Universidad Católica, Flamengo e Atlético-PR tem os argentinos como a surpresa negativa até aqui. Sem conquistar pontos nas duas primeiras rodadas, o campeão de 2014 quer encontrar o caminho das vitórias nesta quarta-feira (12), quando enfrenta os chilenos no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, às 21h (de Brasília).

Nas rodadas anteriores, o San Lorenzo foi goleado pelo Flamengo por 4×0, no estádio do Maracanã, e depois acabou derrotado em casa, no Nuevo Gasómetro, por 1×0 contra o Atlético-PR. Por isso, vencer a Universidad de Chile é essencial para continuar com chances de classificação às oitavas de final.

LEIA MAIS:
GOLEIRO PROTAGONIZA LANCE BIZARRO NO CAMPEONATO MEXICANO; ASSISTA 

Por conta das chuvas, o técnico Diego Aguirre teve que fazer trabalhos no ginásio de grama sintética do clube no último treino em Buenos Aires. Todo tempo de trabalho é necessário para o comandante, que afirmou que é uma semana “crucial” e que o San Lorenzo “não tem margem para erro”.

O San Lorenzo deve ter força máxima para encarar a Universidad Católica, ainda mais que Blandi e Cerutti, os quais foram poupados na vitória sobre o Sarrento por 1×0 no Campeonato Argentino para se recuperarem de lesões, devem regressar entre os titulares. Assim o time deve ter: Torrico; Angeleri, Coloccini, Caruzzo, Rojas; Mussis, Botta, Ortigoza, Belluschi, Merlini e Blandi.