Uendel se declara ao Corinthians e vê Inter como principal rival do time fora de SP

Uendel
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O duelo entre Internacional x Corinthians na quarta-feira (12) será marcante para um jogador em especial: Uendel. O jogador que reencontrará a equipe no qual passou três anos de sua carreira, falou sobre o Timão e que já sente que as partidas entre os clubes é o principal clássico fora dos Estados.

“A gente sabe que é diferente, apesar de ser clubes de Estados diferentes tem uma certa rivalidade pelo histórico de enfrentamentos. Um jogo diferente, ainda mais em uma fase decisiva de Copa do Brasil tende a ter uma importância ainda maior”, disse Uendel, em participação no “Jogo Aberto”, da Band.

>>>LEIA MAIS<<<
GIOVANNI AUGUSTO EXPLICA POR QUE RECUSOU A IDA AO INTERNACIONAL

“Depois dos clássicos paulistas acho que Corinthians x Internacional é o jogo que tem uma importância maior, né. Aqui para o Inter a gente já sente o mesmo. Depois do Grêmio, o Corinthians é o adversário que mais… são dois grandes clubes né, sempre que se enfrentam sai faísca”, opinou na sequência.

De 2014 até o fim de 2016, Uendel foi jogador do Corinthians e tem no currículo a conquista do Brasileirão de 2015, onde foi titular da equipe de Tite na campanha. Os anos que passou no clube, o lateral guarda com carinho.  

“Fui muito feliz no Corinthians, serei eternamente grato ao clube por esses três anos que passei lá. Foram anos que vão ficar guardados para mim na memória, porque conquistamos o Campeonato Brasileiro e fui muito feliz, fiz grandes amigos, foi um momento muito especial na minha carreira. E pretendo ser tão feliz aqui no Inter quanto fui no Corinthians, esse é meu objetivo”, declarou o camisa 6 do Colorado.

Todos sabem que moro aqui perto (Uendel é natural de Santa Catarina), to perto da família, teve o nascimento da minha filha. Então são só fatores que agregam minha chegada aqui no Inter”, finalizou.

Outro jogador que reencontrará com o Corinthians será o lateral-volante, Edenílson. O jogador de 27 anos foi campeão brasileiro, da Libertadores, Mundial, do Paulistão e da Recopa Sul-Americana pelo clube do Parque São Jorge.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.