Visão da arquibancada: Torcida do Santos representa, mas jogadores decepcionam

Santos
Foto: Gabriela Maruyama/Torcedores.com

Na última segunda-feira (10), o Santos foi eliminado pela Ponte Preta nas quartas de final do Paulistão 2017. O acontecimento pesou ainda mais pelo fato de a partida ter sido realizada no Pacaembu, sob os olhares de mais de 37 mil torcedores apaixonados, e que cantavam “Santos, o time da virada, o time do amor”.

De fato, a virada esteve muito próxima – o Peixe venceu por 1 a 0, mas os pênaltis poderiam ser evitados se a bola na trave do lateral Zeca tivesse entrado no gol. Mais do que isso, se os jogadores entendessem a importância de estarem 100% no confronto.

LEIA MAIS
DAVID BRAZ SE DESCULPA POR ELIMINAÇÃO: “TROCARIA O GOL PELA VAGA”
VICTOR FERRAZ DISPARA CONTRA ATUAÇÃO DA PONTE: ‘JOGARAM DE MANEIRA COVARDE’
APÓS ELIMINAÇÃO, THIAGO MAIA FAZ PROMESSA A TORCIDA DO SANTOS

Lucas Lima passou longe do futebol que sabe, sem dúvida alguma, jogar, Vitor Bueno parou de arriscar os chutes que o fizeram ser artilheiro no alvinegro praiano, Ricardo Oliveira não voltou de férias… Nem Renato, que sempre joga de terno, foi o Renato.

Em suma, o duelo foi uma decepção para a torcida, que esperava, bem lá no fundo, não sofrer tanto. Não que o clube da Vila Belmiro tenha jogado mal ou que os atletas não tenham se doado, na verdade, aconteceu o oposto. Mas aquele 100% em campo era crucial para avançar às semifinais, e o rendimento dos jogadores foi desapontador. Abaixo do esperado. Que sirva de lição para encontrarem o caminho de volta para a alta performance.



Jornalista, assessora de imprensa e pós-graduanda em Jornalismo Esportivo e Multimídias. Amante dos esportes desde sempre e apaixonada por futebol inglês.