Volta por cima: Inter chega à semifinal com elenco valorizado; confira

A campanha irregular do Internacional no Gauchão tem cinco vitórias em 13 jogos. O time luta pelo sétimo título estadual consecutivo.

Um gol contra o Brasil de Pelotas na quinta rodada determinou a primeira vitória do Internacional no Campeonato Gaúcho. O time conseguiu se reabilitar e venceu cinco dos últimos seis jogos. No final de semana a vítima foi o Cruzeiro-RS e o Torcedores.com analisou os detalhes do jogo.

Confira as lições que o técnico Antonio Carlos Zago pode tirar após a classificação:

Segurança – A defesa formada por Marcelo Lomba, Edenílson, William, Léo Ortiz e Uendel passou ilesa – sem levar gols nem cartão amarelo.

Bola na área – O aproveitamento de ambas equipes nos cruzamentos foi ruim, sendo que o Inter acertou apenas três das 14 tentativas. O fundamento aparece como uma das principais jogadas para chegar mais perto do gol.

Hermano – O argentino Victor Cuesta chegou a Porto Alegre há um mês mas conquistou o técnico Antonio Carlos Zago, assumiu a titularidade e mostra que tirou de letra a adaptação à nova casa

De pé em pé – Outro critério importante na análise das estatísticas é o índice de lançamentos – 25 errados e 13 certos. Esta pode ser uma possibilidade a ser mais explorada visto que os atacantes do Inter são jovens e possuem a velocidade como ponto forte.

Confiança – Pouco aproveitado em 2016, o uruguaio Nico López mais uma vez decidiu e fez um dos gols da vitória colorada em Gravataí.

O time gaúcho volta a campo nesta quarta (12), quando encara o Corinthians no jogo de ida da 4ª fase da Copa do Brasil. A semifinal do Gauchão acontece no fim de semana e o adversário do Inter é o Caxias. O outro finalista são do confronto Grêmio x Novo Hamburgo.