Goleiro do Vasco rebate desculpas de Jô para gol irregular; confira

Foto: Divulgação/Site Oficial do Vasco

O Vaco da Gama não saiu nada satisfeito com a arbitragem após derrota para o Corinthians por 1 a 0, gol de Jô, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fora de casa, o Gigante da Colina viu a derrota ser assinalada com um gol irregular do camisa 7 do Timão.

Utilizando o braço direito para colocar a bola no fundo da rede, Jô se tornou a principal polêmica desta rodada do Brasileirão. Alegando não ter percebido que colocou a mão na bola, o jogador não convenceu o goleiro Martín Silva, do Vasco da Gama, que o rebateu em entrevista na zona mista.

LEIA MAIS:
JOGADORES DO VASCO NÃO FALAM COM JORNALISTAS APÓS PARTIDA; VEJA O MOTIVO
OPINIÃO: ARBITRAGEM ERRA E PREJUDICA O VASCO NÃO SÓ NA PARTIDA DE HOJE
A EMOÇÃO DE LEVAR MINHA FILHA PELA PRIMEIRA VEZ EM SÃO JANUÁRIO

“Rodrigo Caio, que tem fair play, briga para não cair. Quem faz gol de mão vai ganhar o título” – provocou o arqueiro uruguaio que discordou da alegação de Jô de não ter visto a bola tocando em sua mão – “Não existe alguém tocar na bola com qualquer parte do corpo e não sentir. Não foi um movimento natural. Jô quis fazer o gol com a mão”.

Irritado, o arqueiro garantiu que se fosse ele na situação de Jô dificilmente agiria do mesmo jeito: “Não sei como reagiria se fosse comigo porque nunca passei por um lance desses. Mas eu tenho meu modo de agir”.

Crédito da Foto: Divulgação/Site Oficial do Vasco