Apenas quatro jogadores do atual elenco do Grêmio já disputaram o Mundial

Mundial
Foto: Twitter Grêmio

Depois de conquistar pela terceira vez na história a Libertadores, o Grêmio parte em busca de um objetivo ainda maior. Nesta quarta-feira, a delegação tricolor iniciou a longa viagem rumo aos Emirados Árabes para a disputa do Mundial de Clubes. A estreia dos gaúchos no torneio será na próxima terça-feira, dia 12, diante do vencedor da partida entre Wydad Casablanca e Pachuca.

Integram a delegação gremista três jogadores que já participaram do Mundial de Clubes e novamente poderão estar em campo no badalado torneio. Além deles, Douglas, que segue em recuperação da lesão no joelho, também viajará para acompanhar o grupo, mas não está inscrito e ficará de fora. O maestro foi campeão com o Corinthians sobre o Chelsea, em 2012.

O último a participar foi o zagueiro argentino Walter Kannemann, titular do San Lorenzo na edição de 2014 da competição. Na ocasião, os argentinos foram derrotados na final justamente pelo Real Madrid, de Cristiano Ronaldo, que é o potencial rival do Grêmio na final desta edição.

No ano anterior, Fernandinho teve uma grande decepção ao lado dos seus companheiros de Atlético-MG. Sem repetir o belo desempenho da Libertadores nos meses anteriores, o Galo fracassou e foi derrotado na semifinal por 3×1 para o Raja Casablanca, em 2013.

Por fim, o zagueiro Bruno Rodrigo também tem experiência na luxuosa competição. Ele integrou o grupo do Santos em 2011 e vivenciou a pesada derrota por 4×0 para o Barcelona de Messi e cia na decisão.

A tabela do Mundial de 2017

06/12 Al-Jazira 1×0 Auckland (1ª fase)

09/12 Al-Jazira x Urawa (quartas) – Pachuca x Wydad (quartas)

12/12 Disputa do 5º lugar – Grêmio x Pachuca/Wydad (semi)

13/12 Real Madrid x Urawa/Al-Jazira/Auckland (semi)

16/12 Disputa do 3º lugar – Final

LEIA MAIS:

Mundial: veja quanto o Grêmio vai faturar em caso de título

No Twitter, Fifa diz que Grêmio vai em busca do primeiro título mundial

Sincero, Roger explica opção pelo Inter e não Corinthians: “Mais chances de jogar”



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.