Anfitrião cruel: Chelsea ‘recebe’ Drogba, vence e avança às quartas

A volta de Drogba ao estádio Stamford Bridge terminou da maneira como o atacante se acostumou ao longo da carreira: com vitória do Chelsea. Mas, agora no Galatasaray, o marfinense pouco pôde fazer para evitar a vitória dos Blues por 2 a 0, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, selando a classificação dos ingleses às quartas de final da Liga dos Campeões, depois do empate por 1 a 1 na Turquia. Eto’o e Cahill fizeram os gols em Londres.

Protagonista do duelo, Drogba foi homenageado antes do jogo ao receber uma chuteira de prata do Chelsea e ser aplaudido de pé por todo o estádio. Entretanto, sua alegria acabou assim que a partida teve início.

O Chelsea, que teve os brasileiros Ramires, Oscar e Willian entre os titulares, agora espera o sorteio da próxima sexta-feira para conhecer seu rival nas quartas de final da Liga dos Campeões. Também estão garantidos na próxima fase Bayern de Munique, Barcelona, Atlético de Madrid, Paris Saint-Germain, e Real Madrid, classificado ao voltar a vencer o Schalke 04 nesta quarta-feira, por 3 a 1.

Já o Galatasaray, que contou com Felipe Melo e Alex Telles, terá de se concentrar na liga nacional. Vice-líder com 49 pontos, precisa tirar cinco de diferença para o Fenerbahce, a nove rodadas do fim, com um jogo a mais, para ser tricampeão e se classificar diretamente para a fase de grupos da próxima Champions.

etoocomemorart

CHELSEA-ING 2×0 GALATASARAY-TUR
Local: Estádio Stamford Bridge, em Londres-ING
Data: 18 de março de 2014, terça-feira
Horário: 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Felix Brych-ALE
Assistentes: Mark Borsch-ALE e Stefan Lupp-ALE
Cartões amarelos: Oscar e Ivanovic (Chelsea); Felipe Melo (Galatasaray)

GOLS:
CHELSEA-ING: Samuel Eto’o, aos 4’ do 1T, e Gary Cahill, aos 42’ do 1T

CHELSEA-INGCech; Ivanovic, John Terry, Cahill e Azpilicueta; Ramires, Lampard, Willian (Kalas), Oscar (André Schürrle) e Eden Hazard; Samuel Eto’o (Fernando Torres)
Técnico: José Mourinho

GALATASARAY-TUR: Muslera; Eboué (Hajrovic), Chedjou, Semih Kaya e Alex Telles; Felipe Melo, Selçuk Inan, Sneijder e Yekta Kurtulus (Hakan Balta); Burak Yilmaz (Umut Bulut) e Didier Drogba
Técnico: Roberto Mancini

Veja a noticia completa no GloboEsporte



Redação do Torcedores.com