Breno terá companhia de chefe na prisão

O presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, foi condenado a três anos e seis meses de prisão por sonegamento de impostos. A informação é do jornalista Gerd Wenzel, da ESPN.

O Tribunal Estadual de Munique condenou o mandatário pelo 27,2 milhões de Euros matidos em duas contas no Banco Vontobel, da Suíça, e não declarou os lucros em tempo hábil na Receita Federal Alemã.

Apesar de ter confessado a sonegação, a defesa do presidente vai entrar com recurso contra a sentença e, por ora, ele responde em liberdade.

Recentemente, o brasileiro Breno, jogador do Bayern, também foi preso. O atleta colocou fogo em sua própria casa para se beneficiar de um seguro e acabou condenado pela Justiça Alemã.

150971_DieneueBayernWG_1

Veja a noticia completa no R7



Redação do Torcedores.com