Com Maradona na lista, jornal aponta as lesões mais graves da história do Barça; relembre

Na última quarta-feira, o goleiro Victor Valdés sofreu uma grave lesão no joelho direito ao romper os ligamentos cruzados do local. O camisa 1 será submetido a uma operação na próxima segunda-feira, na cidade de Augsburgo, na Alemanha, e vai ficar longe dos gramados por ao menos seis meses.

Devido à gravidade da contusão, o jornal espanhol ‘El Mundo Deportivo’ fez uma lista com as dez piores lesões de atletas que passaram pelo Barça. Curiosamente, quase todos os jogadores tiveram problemas no joelho.

Confira a lista:

1. Bernd Schuster

Em dezembro de 1981, o meia alemão Bernd Schuster sofreu uma entrada dura do zagueiro Andoni Goikoetxea, que defendia o Athletic Bilbao. Com uma grave contusão no ligamento colateral do joelho direto, o jogador, que tinha na época 21 anos, perdeu o restante da temporada e não se recuperou a tempo para defender a Alemanha na Copa do Mundo de 1982, disputada na Espanha.

2. Diego Maradona

Não satisfeito de ter tirado Schuster do Mundial de 82, Goikoetxea voltou a atacar dois anos depois. Em setembro de 1983, o defensor não teve dó ao entrar de carrinho no tornozelo esquerdo de Maradona durante uma nova partida entre Barça e Athletic. O craque argentino fraturou o maléolo fibular do tornozelo esquerdo e o ligamento colateral e voltou a jogar três meses e meio depois da violenta entrada. Por causa das jogadas mais ríspidas, Goiko recebeu o apelido de Açougueiro de Bilbao.

3. Ronald Koeman

Na temporada de 1990/91, o holandês Ronaldo Koeman rompeu o tendão de Aquiles durante a derrota do time catalão para o Atlético de Madrid por 2 a 1. O zagueiro regressou aos gramados cinco meses depois a tempo de ajudar o time azul-grená a conquistar o título da Liga dos Campeões da Europa, em 1992.

Koeman

4. Ángel Cuéllar

O atacante Ángel Cuéllar não teve sorte na passagem pelo Barcelona. Figura constante na seleção espanhola na época, o jogador sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo logo na primeira partida pelo clube no Campeonato Espanhol de 1995/96, contra o Real Valladolid, e só retornou às atividades seis meses depois, porém, sem o mesmo êxito.

Ángel Cuéllar

5. Henrik Larsson

A bruxa estava solta na temporada de 204/2005 no Camp Nou. A principal baixa do time foi o atacante sueco Larsson. Logo no primeiro ano pelo time catalão, o jogador teve que passar por uma artroscopia para corrigir uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Ele se machucou na vitória sobre o rival Real Madrid por 3 a 0, em novembro de 2004. Naquela temporada, o clube ainda perdeu Edmílson, Motta e Gabri por contusões.

larsson

6. Xavi Hernández

Um dos principais jogadores do atual elenco do Barça, Xavi deu uma grande susto na torcida barcelonista, em 2 de dezembro de 2005, ao romper os ligamentos cruzados do joelho esquerdo durante um treinamento após ser atingido pelo brasileiro Edmílson. O meia ficou fora de ação durante cinco meses e perdeu boa parte da temporada 2005/2006. Por causa do longo tempo de inatividade, ficou na reserva na decisão da Champions League. Na ocasião, a equipe espanhola bateu o Arsenal e levou o título.

xavi

7. Samuel Eto’o

O atacante camaronês foi a bola da vez na temporada de 2006/2007. Durante o empate por 1 a 1 contra o alemão Werder Bremen, pela Liga dos Campeões, o centroavante rompeu o menisco do joelho direito e desfalcou a equipe dirigida pelo treinador Frank Rijkaard por quatro meses.

etoo

8. Albert Jorquera

Jorquera havia sido o último goleiro do Barcelona a se machucar gravemente antes de Valdés. Em dezembro de 2007, o reserva da posição rompeu o ligamento cruzado do joelho direito durante um amistoso entre as seleções autônomas de Euskadi e da Catalunha. Com a baixa no grupo, Pinto, que agora assumiu o posto de titular do Barça, foi incorporado ao grupo principal do Barça.

Albert Jorquera

9. David Villa

Contratado junto ao Valencia por 40 milhões de euros, em maio de 2010, o atacante David Villa sofreu uma grave contusão na tíbia esquerda durante o Mundial de Clubes da Fifa de 2011. O jogador ficou oito meses parado e não pode defender a seleção da Espanha na Eurocopa de 2012, quando a Fúria conquistou o segundo título seguido ao bater a Itália na decisão.

10. Victor Valdés

O goleiro titular do clube catalão se machucou sozinho na vitória sobre o Celta de Vigo por 3 a 0, na última quarta-feira, ao fazer uma defesa em dois tempos, após uma cobrança de falta. O camisa 1 rompeu o ligamento cruzado do joelho direito e ficará ao menos seis meses sem atuar, o que o tira da Copa do Mundo de 2014. Por causa da contusão, o jogador pode mudar os planos de deixar o Barça, uma vez que havia decidido deixar o time que o revelou ao término desta temporada.



Redação do Torcedores.com