Federer estava em boa fase e domina Indian Wells. Mas título é de Djokovic

Roger Federer é o maior vencedor da história do Masters 1000 de Indian Wells. Além disso, ele havia triunfado no único confronto com Novak Djokovic em 2014 – vitória nas semifinais do Torneio de Dubai. Nem assim, porém, ele conseguiu parar o sérvio neste domingo. O número 2 do mundo perdeu o primeiro set, mas reagiu e venceu por 2 a 1 (parciais de 6-3, 3-6 e 7-6)) na decisão do torneio nos Estados Unidos.

O título foi o terceiro de Djokovic em Indian Wells. Ele agora divide com Jimmy Connors, Michael Chang e Rafael Nadal a condição de segundo maior vencedor do torneio disputado nos Estados Unidos – Federer, com quatro conquistas, ainda é recordista.

Djokovic ainda conseguiu um importante desempate no duelo com Federer. Os dois já se enfrentaram nove vezes em decisões, e o sérvio agora soma cinco triunfos e quatro reveses nesses jogos.

201403161755645505652-p5

No duelo direto, a vantagem ainda é de Federer (17 vitórias, contra 16 de Djokovic). Até nisso, porém, o resultado deste domingo foi representativo: foi a quarta vitória do sérvio nos últimos cinco embates entre eles.

“Os resultados têm sido melhores do que eu esperava”, havia dito Federer antes da decisão deste domingo. “Acho que encontrei um bom balanço, melhorado nos treinos e seguindo com vontade de vencer”.

bnp-paribas-open-day-14-20140316-224159-711

Foi isso que se viu no primeiro set deste domingo. Federer trabalhou mais com primeiro serviço e cometeu apenas uma dupla falta – Djokovic teve três. Com isso, o suíço encaminhou a parcial para uma vitória por 6-3.

No segundo set, porém, Djokovic reagiu. O sérvio melhorou no saque, aproveitou uma das duas chances de quebra e devolveu o triunfo por 6-3. O terceiro set foi disputado e a decisão foi parar no tie-break. Mais consistente, o sérvio levou a melhor.

– Foi um jogo incrível e muito difícil. Eu estou muito feliz com mais essa conquista. É sempre um prazer jogar contra o Roger e desejo para ele o que há de melhor para o resto da temporada – comemorou Djokovic, que ganhou US$ 1 milhão (R$ 2,35 milhões) pelo título.

98867

fonte: UOL



Redação do Torcedores.com