Fifa pode excluir o Uruguai da Copa do Mundo por intervenção

Uma das sensações do Mundial da África do Sul, em 2010, uma vez que terminou na quarta colocação, o Uruguai pode ser retirado da Copa do Mundo no Brasil pela Fifa. A entidade máxima do futebol está investigado uma suposta intervenção do governo local na Associação Uruguai de Futebol (AUF).

De acordo com o jornal uruguaio ‘Ovación’, Sebastián Bauzá deixou a presidência da entidade, assim como outros dirigentes, após forças políticas intervirem na federação local, o que é expressamente proibido pela Fifa. Caso seja confirmada a ação, a Celeste pode ser excluída da Copa no Brasil.

As suspeitas de uma intervenção governamental começaram depois que o presidente do país, José Mujica, proibiu a entrada de policiais no Parque Central e no Centenário, principais estádios de Montevidéu.

Ainda de acordo com o diário uruguaio, a Conmebol informou a Fifa que um grupo de empresários ligado a Mujica teria pressionado Bauzá a renunciar à presidência da AUF. O novo presidente da federação uruguaia só será escolhido após o Mundial. Até lá, uma assembleia, que será realizada na quarta-feira, irá nomear cinco mandatários de clubes para integrar o novo Comitê Executivo que irá comandar a entidade.

O Uruguai garantiu a classificação à Copa do Mundo de 2014 ao vencer a Jordânia na repescagem. Se a Fifa excluir o país sul-americano do Mundial, a vaga pode ser repassada à seleção árabe. O Uruguai está no Grupo D, ao lado de Inglaterra, Itália e Costa Rica.



Redação do Torcedores.com