Paquistão ‘devolve’ críticas com convite a Maradona

Conhecido por sua língua afiada, Diego Armando Maradona vai receber um convite inesperado. Na última quarta-feira, o ex-jogador fez críticas ao esporte do Paquistão ao comparar o país asiático com a AFA (Associação Argentina de Futebol). O eterno camisa 10 da seleção ‘hermana’ afirmou que os dirigentes do futebol do seu país entendem tanto do esporte quanto um paquistanês.

“O Paquistão tem muitas coisas boas, mas nunca os vi numa final de Copa do Mundo. Por isso, repito: a direção da AFA é formada por paquistaneses”, afirmou Maradona ao jornal alemão ‘Sport Bild’.

Em resposta, a Federação de Futebol do Paquistão revelou que vai convidar o argentino para conhecer melhor a forma como o esporte é praticado e organizado em sua nação. “Não encaramos isso como algo negativo. Se Maradona tem problemas com a federação argentina, que venha aqui nos ajudar”, comentou Sardar Navid, diretor da federação de futebol local.

Apesar de a seleção paquistanesa nunca ter disputado uma Copa do Mundo e ocupar a 158ª posição do ranking da Fifa, o dirigente afirmou que o futebol tem crescido no país. “Estamos tentando promover este esporte. Contamos com mais de dois mil clubes registrados e 60 mil jogadores federados, mas há ainda outros milhares de clubes e três ou quatro milhões de praticantes.”

Maradona mora nos Emirados Árabes Unidos e exerce a função de embaixador do esporte do país árabe. O Pibe também tem protagonizado um reality show na nação para descobrir talentos no futebol. O vencedor ganhará uma chance em um grande clube da Europa.



Redação do Torcedores.com