Futebol

América-RN 2 x 0 Vasco: Veja os gols da derrota vascaína

Publicado às

Colaborador do Torcedores

O Vasco foi à Natal enfrentar o América-RN, na Arena das Dunas e se deu mal. Jogando de maneira desorganizada e, mais uma vez, apática, o time de Joel Santana foi envolvido pelo décimo sétimo colocado da Série B e, de forma estarrecedora, perdeu a partida por 2 a 0.

LEIA MAIS:
Mendes descarta um novo Flamengo x Vasco no UFC
Justiça mantém Dinamite como presidente do Vasco

Desde o início, já estava evidente que a diferença das equipes na tabela de classificação não seria percebida dentro das quatro linhas. Jogando em casa, o América-RN tomou o controle do duelo e só não saiu na frente no primeiro tempo porque Martin Silva fez boas defesas.

Na etapa final, por sua vez, o Vasco se abriu em busca da vitória, mas foi contemplado com a derrota. Aos 16, Rodrigo Pimpão passou com facilidade por Douglas Silva e, com muita categoria, marcou um golaço na saída de M. Silva. Com a desvantagem, o Gigante da Colina esboçou uma reação, mas que, diante das limitações técnicas e táticas do time, não se concretizou.

 

Melhor para o América que chegou ao segundo gol aos 24, quando Izac aproveitou um buraco no meio da área em um escanteio e chutou forte para o gol de Martin Silva.

AMÉRICA-RN 2X0 VASCO

Local: Arena das Dunas, em Natal-RN
Data-hora: 21/10/2014, às 19h30 (horário de Brasília)
Público e renda: 9.358 pagantes / R$ 248.730,00
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES)
Cartões amarelos: Márcio Passos, Cléber, Neto, Wanderson, Judson e Rodrigo Pimpão (América-RN); Douglas, Guiñazú, Dakson e Marlon (Vasco)
Cartões vermelhos: Nenhum

GOLS: Rodrigo Pimpão, aos 16’/2T (1-0) e Izac, aos 24’/2T (2-0)

AMÉRICA-RN: Andrey, Neto, Cléber, Edson Rocha (Lázaro, intervalo) e Wanderson; Judson, Fabio Braga, Márcio Passos (Alekito, intervalo) e Daniel Costa (Thiago Cristian, 35’/2T); Isac e Rodrigo Pimpão – Técnico: Roberto Fernandes.

VASCO: Martin Silva, Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazú, Pedro Ken (Jhon Cley, 34’/2T), Dakson (Maxi Rodríguez, 18’/2T) e Douglas (Montoya, 36’/2T); Kléber e Thalles – Técnico: Joel Santana.