Cartola inglês é suspenso por dizer a árbitra que seu lugar “é na cozinha”

O vice-presidente da Federação de Futebol do Condado de Northumberland, na Inglaterra, foi suspenso por quatro meses para dizer a uma árbitra que “lugar de mulher é na cozinha e não em um campo de futebol”.

LEIA MAIS
Árbitro se assusta com cabelo de jogador do United; assista

John Cummings fez o comentário sexista a árbitra Lucy May (foto), em um workshop realizado em março, quando ela perguntou sobre a possibilidade de apitar na Liga North East Sunday.

Segundo a BBC, Cummings afirmou que ela “não seria capaz de aguentar… Não é nada contra você pessoalmente, mas enquanto eu estiver vivo, mulher nenhuma vai apitar na minha liga.”

Uma comissão reguladora independente julgou Cummings culpado de violar regras das federações locais relativas à “linguagem abusivas e/ou insultuosas”, agravada por causa de uma referência ao sexo.

Cummings tem a opção de recorrer de sua punição, que o suspende por quatro meses, aplica uma multa de £250 (cerca de R$ 985) e o obriga a participar de um programa de educação.

Cummings inicialmente negou ter conversado com May, mas, posteriormente, disse que apenas estava brincando.

“É uma piada comigo. Quer dizer, o lugar da mulher é em casa. Então que diferença isso faz dizer isso na frente de todos os seus colegas? Ela, obviamente, deve perceber que é uma piada”, afirmou a investigadores da comissão reguladora independente.

Crédito da foto: Arquivo pessoal



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.