Flamengo x Atlético-MG: saiba como foi a vitória Rubro-Negra

Flamengo  e Atlético-MG se enfrentaram no Maracanã pela primeira partida da semi final da Copa do Brasil e a expectativa de uma grande partida entre as equipes se confirmou. Jogando em casa, o Rubo-Negro Carioca conseguiu fazer um placar importante e, vencendo por 2 a 0, levará uma boa vantagem para o Mineirão.

LEIA MAIS:
Veja 5 motivos para você se orgulhar do Dia do Flamenguista
Copa do Brasil não é o caminho mais fácil para vencer a Libertadores

Nos minutos inicias, o Fla surpreendeu e, com uma marcação avançada, bloqueou os avanços do Galo e só não abriu o placar graças a Victor. Após roubada de bola de Gabriel, Eduardo da Silva recebeu ótimo passe e, frente a frente ao goleiro atleticano, bateu bem, mas o arqueiro salvou o time mineiro com a perna esquerda.

Com muita mobilidade, o Atlético-MG respondeu em finalização de longa distância de Diego Tardelli, porém, o goleiro Paulo Victor defendeu com facilidade. O lance, contudo, marcou a entrada do Galo na partida que, com mais posse de bola, deu uma esfriada na partida, mas não impediu o Rubro-Negro de criar as melhores chances do jogo.

Everton tentou em finalização de efeito, mas Victor defendeu, assim como Márcio Araújo. O melhor lance veio de uma lambança da defesa do Atlético-MG, em que Jemerson tentou cortar e mandou a bola contra o próprio gol que só não entrou porque Victor fez uma defesa espetacular.

Assim, graças aos milagres de Victor, o primeiro tempo terminou com a partida empatada por 0 a 0.

Na segunda etapa, o Fla continuou em cima e foi premiado com um gol aos 15 minutos. João Paulo cobrou falta sem ângulo e acertou o travessão. No rebote, Gabriel fez o cruzamento na cabeça de Cárceres que, com muita categoria, cabeceou no canto esquerdo de Victor, sem chances para o goleirão que nem se mexeu.

O Galo tentou responder e adotou uma postura mais ofensiva, o que deu espaços para o contra-ataque rubro-negro. Gabriel aproveitou o espaço, fez grande jogada e foi derrubado por Josué dentro da área. Pênalti, que Chicão cobrou e marcou para o Flamengo, dando números finais à partida.

Antes do apito final, porém, o Galo teve a chance de reduzir o prejuízo com Dátolo, mas o meia argentina, em duas oportunidades dentro da pequena área, não conseguiu vencer que Paulo Victor que, de forma milagrosa, garantiu o placar de 2 a 0 a favor do Flamengo.

FLAMENGO 2 X 0 ATLÉTICO-MG
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 29/10/2014, às 22h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (BA) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Canteros, Chicão, Cáceres, Amaral (FLA); Pierre, Marcos Rocha (CAM)
Renda/Público: 40.909 pagantes
Gols: Cáceres, 16’/2ºT (1-0); Chicão, 33’/2ºT (2-0)

FLAMENGO: Paulo Victor, Léo Moura, Chicão, Samir e João Paulo; Cáceres, Canteros (Amaral, 18’/2ºT), Márcio Araújo, Gabriel e Everton (Luiz Antonio, 23’/2ºT); Eduardo (Nixon, 12’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Edcarlos e Douglas Santos (Alex, 26’/2ºT); Josué, Pierre (Luan, 17’/2ºT) e Dátolo; Maicosuel, Carlos (Marion, 17’/2ºT) e Tardelli. Técnico: Levir Culpi