Modalidade que mais dá medalhas ao Brasil, judô celebra data especial

Mundial de Judô

Faltam mais de 600 dias para as Olimpíadas de 2016. Muitos esportes que normalmente não ganham destaque ao longo do ano, durante os Jogos Olímpicos ficam em evidência. Um deles é o judô, que nesta semana, mais especificamente no dia 28 de outubro, celebrou o seu dia.

A data é comemorada desde 2011, e a cada ano é escolhido um tema pela Federação Internacional de Judô para promover e desenvolver projetos para crianças e jovens ao redor do mundo. Na edição deste ano, o tema escolhido foi a honra, que possui características importantes neste esporte, que já trouxe medalhas significativas ao país desde as Olimpíadas de Munique, na Alemanha, em 1972.

Dentre os principais medalhistas olímpicos podemos destacar Chiaki Ishii – japonês naturalizado brasileiro, que ganhou a primeira medalha olímpica para o Brasil (1972) -, Aurélio Miguel, Flávio Canto, Carlos Honorato, Tiago Camilo, Leandro Guilheiro, Sarah Menezes (primeira mulher a conquistar o Ouro no judô brasileiro), entre outros.

Alguns como Aurélio Miguel e Flávio Canto já “penduraram o kimono”, mas Tiago Camilo, Sarah Menezes, Mayra Aguiar, Rafael Silva e Leandro Guilheiro ainda são esperanças de medalhas.

No total, o judô brasileiro possui três Ouros olímpicos (dois no masculino e um no feminino), três Pratas (todas no masculino) e treze Bronzes (onze no masculino e dois no feminino). O esporte foi o que mais trouxe medalhas para o país ao longo dos anos.

As Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro tem início em 05 de agosto e término em 21 de agosto.  Serão 28 modalidades, com Rugby e Golfe “debutando” no torneio.



Carioca, jornalista e apaixonada por rádio e futebol. Fiz parte do site Fanáticos por Futebol por três anos, e nesses anos tive a certeza de que é essa vida de leads "destruídos" aos 48 minutos do segundo tempo que eu quero para o resto da vida!