Opinião: Final mineira seria o melhor para a Copa do Brasil

Getty Images

Cruzeiro e Flamengo fizeram suas lições de casa e venceram os jogos de ida na semifinal da Copa do Brasil. Caberá agora a Santos e Atlético-MG a missão da reversão de resultados para conseguir a classificação. Mas nada está definido ainda. Por isso, ainda posso dizer a final que acredito ser melhor para a competição: Cruzeiro x Atlético-MG.

LEIA MAIS
Opinião: Atlético-MG falha e terá que apostar no “eu acredito” de novo

Nenhum outro cenário premiaria tanto a competência quanto uma decisão mineira. O Cruzeiro é o atual campeão brasileiro, lidera o Brasileirão com grandes chances de faturar o segundo título consecutivo, e é inegavelmente o melhor time do Brasil.

O Atlético-MG teve problemas no primeiro semestre com a gestão de Paulo Autuori como técnico, mas ainda tem a base que conquistou a Libertadores no ano passado, a força da torcida que empolgou o time em jogos muito difíceis, e já teve esse ano a conquista da Recopa Sul-Americana.

Depois do Corinthians de Tite, que conquistou Libertadores, Mundial de Clubes, Brasileirão e Paulistão em um curto período, Raposa e Galo são os melhores exemplos de futebol que deu certo no Brasil. Goste-se ou não de uma ou mais características do estilo que cada um aplica em campo, é fato que o futebol mineiro domina o Brasil desde o ano passado.

Contra esse domínio, vem forte o Flamengo, time que no ano passado conseguiu dar uma alegria aos torcedores de outro Estado ao ganhar a própria Copa do Brasil. O sonho de um bi é muito possível, por isso é preciso respeitar as chances dos cariocas. O Santos, que segurou o Cruzeiro no Mineirão e conseguiu perder por apenas 1 a 0, também tem força suficiente para virar o jogo e chegar à final.

Ganhe quem ganhar, a Copa do Brasil estará em boas. Mas MG merece como prêmio por seus bons exemplos recentes uma final entre seus dois filhos mais ilustres no futebol.

 



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.