Opinião: Atlético-MG falha e terá que apostar no “eu acredito” de novo

Flamengo

No duelo de ida no Maracanã, o Flamengo permitiu ao Atlético-MG trocar passes até sua intermediária defensiva, mas tirava a profundidade dos alvinegros, que falhavam no último passe e com isso pouco ameaçou os cariocas, sempre perigoso nos contra-ataques.

Dessa maneira, conseguiram uma falta na linha de fundo que originou o primeiro gol, de Cáceres, e garantiu um pênalti em ótima arrancada de Gabriel, embora seja incompreensível a passividade da defesa atleticana no lance.

LEIA MAIS:
Flamengo x Atlético-MG: saiba como foi a vitória Rubro-Negra
Copa do Brasil não é o caminho mais fácil para vencer a Libertadores

Para a próxima quarta-feira, é essencial que Éverton, peça-chave da velocidade rubro-negra, e que saiu lesionado, se recupere. Ele, ao lado de um Gabriel em grande fase, poderão aproveitar os espaços dados pelo rival.

Já o Atlético recorrerá novamente ao “eu acredito”, assim como foi contra Newell’s Old Boys e Olímpia na Libertadores de 2013, e mais recentemente nesta mesma Copa do Brasil diante do Corinthians, quando teve de correr atrás do placar.

O Galo é mais time que o Flamengo e não será surpreendente mais uma reação, porém, é necessário em alguns momentos ser letal fora de Minas. O fraco desempenho como visitante não é de hoje.

A fator Mineirão é um trunfo, mas não dá para depender de reviravoltas toda hora.

Foto: Getty Images



Estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e alucinado por futebol.