Partida na Indonésia termina com cinco gols contra propositais

Uma partida válida pela Segunda Divisão do futebol da Indonésia terminou com cinco gols contra propositais. Classificadas para a semifinal, as duas equipes buscaram “conquistar a derrota” para evitar enfrentar um time que, além de ser favorito ao título, é administrado por um grupo mafioso.

A partida entre PSS Sleman e PSIS Semarang, que foi disputada no último final de semana, terminou com o placar de 3 a 2 para o PSS. Todos os gols do jogo foram contra.

O medo que os dois clubes tinham era o de enfrentar o Pusamania Bordeo, o favorito do campeonato que, segundo a imprensa local, é administrado por mafiosos.

O futebol local vive uma certa crise de violência. A partida suspeita entre PSS e PSIS foi realizada com portões fechados, após episódios de violência das torcidas.

A Comissão de Disciplina da Liga Indonésia desqualificou as duas equipes e estuda rebaixar ambas para a Terceira Divisão.

“Se trata de uma violação que não pode ser tolerada, porque os dois times foram contra os princípios básicos do futebol, do fair play, dos estatutos e da doutrina do esporte”, afirmou Hinca Panjatian, diretor da Comissão.

Crédito da foto: Divulgação/PSS Sleman



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.