8 brincadeiras de futebol de rua que vão te deixar com saudades da infância

Quem já jogou futebol de rua sabe muito bem aquilo passa longe de ser o esporte bretão propriamente dito, com 11 jogadores para cada lado, gramado oficial e regra do impedimento. Muito pelo contrário! Pelas ruas do Brasil, o que mais se vê são brincadeiras que usam os princípios do futebol, mas que certamente faziam nos sentirmos como os ídolos do esporte.

Flávio Moreira
Flávio Moreira é jornalista especializado em mídias sociais. Com passagens por UOL e Electronic Arts, é apaixonado por esporte e acredita na produção de conteúdo feito de torcedor para torcedor.

Foto: PRAIA GRANDE, BRAZIL - JUNE 17: Boys play soccer in the streets of the Garden Gloria neighborhood on June 17, 2014 in Praia Grande, Brazil. Soccer star Neymar of Brazil lived in this neighborhood between 7 and 12 years of age and is building a sports and educational center for the neighborhood kids. (Photo by Victor Moriyama/Getty Images)

Listamos aqui alguns jogos do futebol de rua que vão te deixar com saudades da sua infância:

Nota do editor: sabemos que muitas das brincadeiras aqui listadas têm nomes e regras diferentes em cada região do país. Por isso, pedimos ao amigo leitor que nos ajude a deixar a lista ainda mais legal com as suas observações nos comentários da página. Vale falar das regras, dos nomes e até falar de outros jogos que certamente ficaram faltando.

1. Bobinho

Mais clássico dos jogos de bola, é uma brincadeira em que todos os participantes ficam em roda e tocam a bola entre si. O bobinho fica no centro tentando interceptar os passes. Caso consiga pegar a bola, o autor do passe errado vira o novo bobinho. Em alguns lugares, existe a regra em que obriga o bobo a ficar mais uma rodada caso tome uma caneta ou chapéu.

2. Artilheiro

Cada time tem um goleiro e um artilheiro. E só. O goleiro lança a bola para o artilheiro, que deve fazer o gol com apenas um toque na bola. Caso consiga converter, os jogadores trocam de posição. A graça sempre esteve em tentar marcar um gol durante a troca de posições do outro time. O placar limite é sempre combinado previamente.

————————- ★ ————————-

LEIA TAMBÉM
8 dramas que só quem jogou bola na rua já viveu

————————- ★ ————————-

3. Gol a gol

Talvez não tão jogado na rua, pois exige duas traves, também é sempre jogado em quadras de “cimentão” de praças e clubes. Nesta modalidade, o jogador é, ao mesmo tempo, o goleiro e o atacante, arriscando tiros ao gol adversário e defendendo a sua meta. Há também uma variação em que não é permitida a defesa com as mãos. Ah, e se acertar a trave, é pênalti!

4. Linha

Brincadeira jogada entre três participantes que já começa com quem for mais esperto e gritar “linha” primeiro. Quem gritar por último fica como goleiro. Os jogadores devem tocar a bola entre si fora da área, sendo que o terceiro toque deve ser um tiro para o gol. Se o goleiro defender e der rebote, os jogadores de linha podem tocar livremente para chegar ao gol. Porém, se o goleiro conseguir interceptar o passe e pegar a bola com as mãos dentro da área, elimina o último que tocou com os pés.

Daily Life in the Neighborhood Adjacent to the 200 Million Pound Arena de Sao Paulo

5. Timinho

Olhando agora, é uma das brincadeiras mais bizarras, mas também uma das que eu mais joguei. Duas equipes duelam entre si, mas têm o mesmo gol para atacar e defender! o.O O jogo começa com uma bicuda do goleiro para cima e o time que assumir a posse da bola automaticamente vira o time de ataque, enquanto que o adversário, por sua vez, o de defesa.

African football

6. Três dentro, três fora (ou melê)

É uma variação da linha, com dois jogadores contra o goleiro, mas as regras são bem mais complicadas. Se o goleiro conseguir três pontos antes dos jogadores de linha, ele ganha o jogo e o direito de sair do gol. Só vale chutar de fora da área e com a bola no ar, sendo que o gol vale um ponto. Dentro da área, o jogador só pode finalizar de cabeça, mas se o goleiro agarrar a bola, o ponto é dele. Bola para fora é ponto do goleiro. E não vale dominar, tem que chutar direto.

7. Rolinho-porrada

Claramente sempre foi uma desculpa para arranjar briga na rua. Cada um por si, todos os jogadores tentam aplicar rolinhos (caneta, saia…) nos adversários. Aquele que consegue completar o drible ganha o direito de dar um soco no braço do amigo. Depois não sabem porque sai briga. ¯\_(ツ)_/¯

8. Fulano e ciclano contra a rapa

Geralmente quando a rua tinha um garoto mais velho ou muito bom (o FEDERADO), chamava mais mais um para seu time e ditava quais seriam as equipes. Era aquela coisa bizarra de um time de dois caras contra o outro com 15 jogadores.

E aí, lembram de mais alguma brincadeira? Tinha regras ou nomes diferentes na sua região? Conte para gente nos comentários!

Foto: Getty Images