Bellator aposta nos Gracie para crescer no mercado do MMA

Gracie

Depois de anunciar Royce Gracie como embaixador da franquia, o Bellator fechou contrato com mais um prodígio da maior família do jiu jitsu mundial. Aos 25 anos, Neiman Gracie, sobrinho de Renzo, assinou para competir pelos pesos-médios.

LEIA MAIS:
Sem sentir as pernas, Anderson Silva passa a noite em hospital

Neiman iniciou sua carreira no MMA em 2013 competindo pelo World Series of Fighting (WSOF). Nas duas lutas que fez, venceu por finalização e chamou a atenção de outras franquias.

A mais nova aposta da família Gracie chega invicto ao Bellator para brigar pelo cinturão de sua categoria. A estreia de Neiman ainda não tem data confirmada, mas o atleta já está animado para seu primeiro combate.

Outro Gracie que entrou no Bellator para promover o nome da organização ao redor do mundo foi Royce Gracie. Anunciado como embaixador, Royce foi três vezes campeão do UFC e um dos responsáveis por impulsionar a marca do Ultimate.

Ao lado de seu antigo adversário, Ken Shamrock, Royce foi o primeiro brasileiro a entrar para o Hall da Fama do UFC em novembro de 2003.

Aposentado desde 2007, Royce evitou polêmicas envolvendo o UFC e enalteceu seu novo lugar, que já é o segundo maior evento de MMA: “O UFC foi e sempre será a minha casa. Eu ajudei a criar e construir essa casa. Agora, o Bellator é uma organização relativamente nova, e eu estou aqui para ajudá-los a crescer ainda mais. É sempre bom ter mais promoções e dar trabalho a mais lutadores. Você tem toneladas de talentos em todos os lugares, então você não pode ser preso a apenas uma promoção. Estou aqui para ajudar Bellator crescer”.



Jornalista esportivo!