Como seria uma seleção só com jogadores que já faleceram

Fazer uma lista com os melhores jogadores de todos os tempos é sempre motivo de muita discussão, pois, não importa o time escalado, sempre faltará alguém. Neste dia 2 de novembro, Dia dos Finados, o Torcedores.com trás uma seleção só com jogadores que já faleceram.

LEIA MAIS:
Quer separar o Nordeste do Brasil? Veja como o futebol sairia perdendo
Opinião: Nos bastidores Eurico Miranda já é o presidente do Vasco

Veja a escalação:

  1. Lev Yashin: Goleiro russo apelidado de Aranha Negra é considerado o maior de todos os tempos em sua posição. Ele nasceu em Moscou, na Rússia, no dia 22 de outubro de 1929 e faleceu vítima de complicações de um câncer no estômago, em 20 de março de 1990;
  2. Djalma Santos: Participou de quatro Copas do Mundo, vencendo duas delas. Marcou história no Palmeiras, na Portuguesa e na Seleção Brasileira, sendo escolhido pela FIFA como o melhor lateral-direito de todos os tempos. Djalma Santos nasceu em 27 de fevereiro de 1929 e morreu no ano passado, em Uberada, no dia 23 de julho;
  3. Bellini: Capitão da primeira Copa do Mundo conquistada pelo Brasil, em 1958, Bellini é um dos melhore zagueiros que o futebol já viu. Ele marcou história com as camisas do Vasco e do São Paulo. Nasceu em 7 de junho de 1930 e morreu em 20 de março deste ano;
  4. Domingos da Guia: Para alguns, ele foi o zagueiro mais habilidoso que o futebol já viu, embora seja lembrado também pelo polêmico pênalti cometido na Copa do Mundo de 1938. Revelado pelo Bangu Domingos da Guia também teve passagens importantes por Flamengo, Boca Juniors e Nacional-URU. Nasceu em 19 de novembro de 1912 e morreu em 18 de maio de 2000;
  5. Nilton Santos: O maior lateral-esquerdo de todos os tempos é também chamado de a Enciclopédia do Futebol. Nilton Santos nasceu 16 de maio de 1925 e morreu em 27 de novembro de 2013, tendo atuado apenas pelo Botafogo e pela seleção brasileira;
  6. Obdulio Varela: A maior lenda do futebol uruguaio foi o capitão da Celeste no Mundial de 1950. Nasceu em 20 de setembro de 1917 e morreu em 2 de agosto de 1996, ambos em Montevidéu, tendo disputado as Copas de 1950 e 1954 sem jamais ter sido derrotado;
  7. Didi: Nasceu em 8 de outubro de 1928 e faleceu em 12 de maio de 2001. Conquistou a Copa do Mundo de 1958 e 1962, sendo que no primeiro mundial foi eleito o melhor jogador e apelidado pela imprensa europeia de Mr. Football;
  8. Garrincha: Garrincha nasceu em 28 de outubro de 1933 e morreu em 20 de janeiro de 1983, sendo considerado o maior jogador brasileiro depois de Pelé. Com seu talento, foi o maior jogador que já vestiu a camisa do Botafogo e conquistou as Copas do Mundo de 1958 e 1962;
  9. Leônidas da Silva: Apelidado de Diamante Negro, nasceu em 6 de setembro de 1913 e morreu em 24 de janeiro de 2004, sendo chamado também de Homem-Borracha e considerado o inventor da bicicleta;
  10. Puskas: Maior jogador do futebol húngaro, Puskas nasceu em 2 de abril de 1927 e morreu em 17 de novembro de 2006, tendo marcado época pelo Honved, Real Madrid e pela seleção da Hungria;
  11. Dí Stefano: Argentino de nascimento, mas madridista de coração, Di Stefano é o maior jogador da história do Real Madrid. Nasceu em 4 de julho de 1926 e morreu em 7 de julho deste ano.