Cruzeiro x Botafogo: uma partida tensa no Mineirão

Quando Cruzeiro e Botafogo se enfrentaram no segundo turno do Campeonato Brasileiro do ano passado, a Raposa se deu melhor, venceu o Glorioso, deu um salto importante na briga pelo título e viu seu adversário ter que lutar até final por uma vaga no G-4. Este ano a situação das duas equipes não é a mesma. Enquanto o time mineiro  continua brigando na parte de cima da tabela, o carioca se vê as voltas com o Z-4 e pode, caso vença nesta tarde em Belo Horizonte, dar uma passo importante para fugir da degola.

LEIA MAIS:
CBF modifica horário de clássico carioca para TV passar jogo do Flamengo
Veja do que o Botafogo precisa para sair do Z-4 nesta rodada

Para o Botafogo, um resultado positivo neste confronto pode até mesmo livrá-lo do Z-4, ao menos momentaneamente. O Cruzeiro, por sua vez, não tem o risco de, nesta rodada, perder a liderança, mas a torcida Celeste sabe que um tropeço pode colocar em risco o tetracampeonato.

É pensando nisso, que o técnico Marcelo Oliveira mandará a campo o que tem de melhor, exceto se o departamento médico ou o fisiológico disser o contrário, já que, apesar de toda a tensão neste jogo, ele não é o último da temporada. Na próxima quarta-feira, por exemplo, o Cruzeiro decidirá sua vida contra o Santos, pela Copa do Brasil.

Pelo lado botafoguense, no entanto, não há outra competição em vista e o duelo desta tarde é uma verdadeira final de Copa do Mundo. O técnico Vagner Mancini, porém, tem problemas para escalar a equipe. Com um elenco reduzido e as lesões de Wallyson e André Bahia, ele terá que lançar o garoto Murilo como titular e improvisar Rodrigo Souto na zaga.

Escalação

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Silva e Henrique; Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marquinhos; Marcelo Moreno.

Botafogo: Jefferson, Regis, Dankler, Rodrigo Souto e Junior Cesar; Andreazzi, Gabriel, Bolatti e Carlos Alberto; Murilo e Rogério.