Federação Romena suspende dois jogadores por 16 jogos por faltas violentas

Em 24 horas, a Federação Romena de Futebol suspendeu dois jogadores por 16 jogos. Ambos cometeram faltas violentas.

O primeiro jogador a ser suspenso foi o meia Gabriel Muresan, do Targu Mures, que deu uma cotovelada (foto) tão violenta no atacante Raul Rusescu, do Steaua Bucareste, que fraturou a órbita ocular do oponente. Além disso, o autor da falta também foi multado em cerca de R$ 18 mil.

O detalhe é que Muresan foi apenas advertido com o cartão amarelo durante o jogo. Segundo os médicos que atenderem Rusescu, o jogador ficou perto de perder a visão por causa da falta.

“É uma decisão drástica, eu nunca vi nada como isso. Como um jogador pode ser suspenso por 16 jogos se ele nem sequer foi expulso de campo? “, reclamou o diretor-geral do Targu Mures, Daniel Stanciu.

Um dia depois, o zagueiro Alin Seroni, do Viitorul Constanta, também foi suspenso por 16 partidas após ter cometido uma falta violenta em Nicusor Bancu, do Universitatea Craiova. O adversário sofreu uma fratura no tornozelo e ficará afastado por alguns meses.

Neste caso, pelo menos, Seroni recebeu o segundo cartão amarelo no lance e acabou expulso de campo.

Crédito da foto: Reprodução de vídeo



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.