Opinião: Gre-Nal 403 deve ser muito disputado, mas com pouca técnica

Gre-Nal

Nesse domingo, a Arena Grêmio será palco de um dos clássicos de maior rivalidade no futebol mundial. Grêmio (6º colocado) e Internacional (3º) medirão forças pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Será o Gre-Nal 403 na história.

O jogo é encarado como uma decisão pelos dois times, principalmente para o Grêmio, que se vencer o arquirrival, terá chances de terminar a rodada no G-4. Em caso de vitória, o Inter pode ficar mais perto da vaga à Copa Libertadores 2015.

A expectativa é de um jogo tenso e pegado como tem sido os últimos embates. No entanto creio que será um duelo pobre tecnicamente. O Grêmio está bem na tabela, porém, pratica o tal futebol de resultados, sem se preocupar com a qualidade do espetáculo. Para o time de Luiz Felipe Scolari vitória por 1 a 0 é goleada.

A defesa é a mais eficiente do campeonato. Levou apenas 18 gols em 32 jogos. Já o ataque não é tão produtivo. Foi as redes adversárias em apenas 27 oportunidades. O Tricolor Gaúcho tem o pior desempenho ofensivo entre os 11 primeiros colocados da tabela.

LEIA TAMBÉM
Ego, ineditismo e carrascos: Gre-Nal da vida ou morte no Campeonato Brasileiro

O Internacional possui mais recursos técnicos do que o rival. Poucos clubes brasileiros se dão ao luxo de contar com ótimos talentos como os meias Aránguiz, Alex e D’Alessandro e o atacante Nilmar. Contudo, o técnico Abel Braga ainda não conseguiu extrair o melhor de seus comandados. Na rodada anterior, o Colorado bateu o Santos e pela primeira vez na história saiu com uma vitória na Vila Belmiro.

Apesar do excelente resultado, a equipe mostrou futebol pouco empolgante. Ficou apenas 32% do tempo com a posse de bola e finalizou quase três vezes a menos do que o adversário, segundo o site Footstats. O que fez diferença foi a boa pontaria colorada.

Tudo indica que contra o Grêmio, no campo adversário, o técnico Abel Braga manterá a mesma proposta defensiva e o gremista Felipão abuse do pragmatismo. A tendência é que o ex-treinador da Seleção Brasileira mantenha a formação com três volantes: Fellipe Bastos, Ramiro e Riveros.

Espero que esteja enganado e Grêmio e Internacional possam presentear os seus torcedores com um clássico de alto nível técnico e com muitos gols.

Foto: Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)