Jovem torcedor manda currículo e se candidata ao cargo de técnico da Irlanda

Como muitos torcedores, o irlandês Paddy O’Brien achou que tinha a fórmula mágica para transformar a seleção de seu país. Após a demissão de Giovanni Trapattoni do comando da equipe, ele fez a coisa mais natural possível: mandou seu currículo para a Federação.

Martin O`Neill assumiu o time, com o auxílio de Roy Keane, mas mesmo assim O’Brien, de 16 nos, não esmoreceu.

“Na época que eu mandei o currículo, havia um monte de pessoas sendo apontadas para o trabalho e, mesmo sem nenhuma experiência de gestão de futebol, eu contei que eu seria tão bom como Owen Coyle, Gerard Houllier, Noel King, etc. “, disse ele ao Guardian.

No currículo, O’Brien chegou até a mostrar uma tática nova, revolucionária, que, segundo ele, levaria a Irlanda, com toda a certeza, ao título da Euro 2016.

É claro que o adolescente não foi aceito. Mas, o mais incrível dessa história, é que a Federação Irlandesa se deu ao trabalho de mandar uma carta agradecendo o “candidato” e desejando boa sorte na carreira.

Crédito da foto: Reprodução



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.