Messi iguala recorde em noite de vitória do Barcelona

Em Amsterdan, Ajax e Barcelona se reencontram para mais um confronto válido pelo grupo F. O Barcelona enfrentava um determinado Ajax, que marca forte, até Messi fazer seus gols, decidir o jogo e se igualar a Raúl como maior artilheiro da história da Champions.

LEIA MAIS
Messi supera Ronaldo em corrida por recorde e iguala os 71 gols de Raul pela Liga

Após duas derrotas consecutivas (pelo Campeonato Espanhol), o Barcelona estava pressionado. Com o desfalque de Iniesta por lesão, o capitão Xavi e o croata Rakitic eram os responsáveis por abastecer o ataque sulamericano composto por: Neymar, Suárez e Messi.

Com uma proposta de jogo semelhante, Ajax e Barcelona exerciam forte marcação em seu campo de ataque, dificultando as saídas de bolas das defesas adversárias.

A primeira boa chance da partida só ocorre aos 17 minutos e a favor do Ajax, quando Davy Klaassen chuta rasteiro e a bola passa rente à trave de Stegen. Por pouco os donos da casa não abriram o placar.

Logo em seguida no pior momento do Barcelona na partida, quando não passava pelo meio campo, o Ajax organizava mais uma boa trama ofensiva, novamente com Davy Klassen ,que arrisca um chute de fora da área e obriga Stegen  fazer uma grande defesa. Era domínio absoluto da equipe holandesa.

Apenas aos 30 minutos o Barcelona assusta os donos da casa, com bom passe em profundidade de Messi para Jordi  Alba que desperdiça a oportunidade e chuta em cima do goleiro Cillessen.

Cinco minutos depois em falta perigosa, Messi cobra no ângulo e Cillessen faz linda defesa, no rebote o Barcelona pressiona levanta a bola na área e o zagueiro Bartra aproveita a saída errada de Cillessen  e cruza para Messi, o baixinho argentino sobe mais alto que o defensor  e abre o placar pro Barcelona, 1 a 0.

Um primeiro tempo de marcação forte e trabalhoso para o árbitro que distribuiu seis cartões amarelos.

No início do segundo tempo, o Barcelona começou melhor, o uruguaio Suárez dá lindo passe para Neymar que chuta de canhota e acerta a trave. O brasileiro sofreu inúmeras faltas consecutivas da forte marcação dos holandeses.

O Ajax chegou aos 20 minutos, numa bola levantada na área, Milik cabeceia sozinho e acerta novamente à trave de Stegen.

Com sua arrancada característica, Messi foi parado com falta, o árbitro não hesita e expulsa Veltman, defensor do Ajax. Logo depois, Luis Enrique resolve substituir e mexe em seu ataque, Neymar deixa o campo para a entrada de Pedro.

Em seu primeiro toque na bola, Pedro tabela com Messi. O argentino marca seu segundo gol na partida, amplia a vantagem para o Barcelona e entra para história. Lionel Messi marca seu 71° gol na Champions League, iguala o recorde do espanhol Raúl.

Nos últimos minutos de jogo, o Barcelona domina o entregue e cansado Ajax, que com um a menos não apresenta perigo a defesa catalã. Com rápidas trocas de passes e jogadas individuais de Messi,o Barça por pouco não goleou.

Com a vitória, os comandados de Luis Enrique já se garantem no mata-mata e tranquiliza o conturbado ambiente das últimas semanas.



Estudante de jornalismo, fanático por futebol e apaixonado por sua coleção de camisas de seleções e clubes. Não recusa um bom bate papo e procura sempre por novas histórias do mundo da bola.