De pênalti, Robben dá vitória ao Bayern sobre o Borussia no fim

Reprodução/Twitter

O clássico deste sábado colocava frente a frente equipes em situações opostas na Bundesliga. De um lado, o gigante Bayern de Munique, líder absoluto do campeonato alemão com 21 pontos. Do outro, o Borussia Dortmund, com apenas 7 pontos e brigando contra o rebaixamento.

LEIA MAIS:
Assista: James Rodriguez faz gol incrível na vitória do Real Madrid

Para o Borussia Dortmund, a partida de hoje era essencial para o time se recuperar na Bundesliga, pois o time vinha de seis jogos sem vitória, sendo cinco derrotas e um empate. Já para o Bayern de Munique, o clássico era a oportunidade de quebrar um tabu de três jogos sem vencer o Borussia Dortmund, além de se consolidar na liderança da Bundesliga.

Antes de a bola rolar o favoritismo estava do lado do Bayern de Munique, em razão do atual momento da equipe. Contudo, uma vitória do Borussia Dortmund não poderia ser descartada, pelo ótimo retrospecto recente dos aurinegros contra os bávaros.

Quando a partida começou, o Borussia Dortmund mostrou que favoritismo pré-jogo não quer dizer nada quando se trata de um clássico, pois equilibrou o confronto ao marcar com muita pressão no campo de ataque do Bayern de Munique, dificultando a saída de jogo da equipe bávara.

Apesar da boa marcação do Borussia, o Bayern, aos 5 minutos, criou a primeira chance clara de gol em uma finalização de Robben, que Weidenfeller desviou para escanteio.

O Borussia, com 8 minutos, respondeu à investida bávara ao quase abrir o placar com Mkhitaryan, que carregou a bola até a entrada da área, porém a finalização saiu à esquerda do gol defendido por Manuel Neuer.

Aos 12 minutos, foi a vez do Bayern atacar. Boateng lançou Thomas Muller, que, livre de marcação, esticou-se para desviar a bola para o gol, que passou rente a trave da meta dos aurinegros. Os bávaros, incansáveis, criaram aos 15 minutos nova oportunidade de abrir o marcador, novamente com Thomas Muller, mas uma vez mais a finalização saiu fraca e Weidenfeller fez tranquila defesa.

O Bayern, depois do 15º minuto, passou a controlar as ações da partida com muita velocidade e troca de passes, o que empurrou o Borussia Dortmund para o seu campo de defesa. A pressão deu resultado e aos 22 minutos Robben, depois de bela jogada, acertou um belo chute que foi bem defendido por Weidenfeller, melhor jogador da partida.

O Borussia, a partir do minuto 23, recuperou um pouco do terreno perdido, tanto que passou a ficar um pouco mais com a posse de bola e, aos 29 minutos, Aubameyang quase abriu o placar. Contudo, a finalização do atacante foi defendida por Neuer. O 0 a 0 persistia no placar até que Marco Reus, aos 30 minutos, aproveitando cruzamento de Aubameyang, marcou um belo gol de cabeça. 1 a 0 Borussia Dortmund!

O gol fez com que o Bayern de Munique saísse em busca do empate, porém o Borussia aguentou a pressão bávara, equilibrou o jogo no final do primeiro tempo e levou a partida para o intervalo com a vantagem de 1 a 0 no placar, resultado que tirava a equipe de Jurgen Klopp da incômoda zona de rebaixamento.

A segunda etapa começou com o Bayern de Munique saindo mais para o jogo, em razão da necessidade de buscar o empate, tanto que criaram, aos 2 minutos, a primeira chance, com Robben. O chute, contudo, saiu fraco e Weidenfeller fez fácil defesa.

O Bayern continuou martelando e Lewandowski, aos 5 minutos, quase empatou, porém Weidenfeller fez outro milagre ao desviar a bola com a canela para escanteio. Aos 14, foi a vez do Borussia criar sua primeira chance de gol no segundo tempo com Kagawa, que, depois de boa jogada individual, finalizou para fora. Aos 18, Benatia, de cabeça, quase empatou o jogo, porém a cabeçada do marroquino passou rente a trave esquerda da meta defendida por Weidenfeller.

Guardiola, na tentativa de modificar a postura do Bayern de Munique, colocou em campo Ribery no lugar de um inoperante Gotze, que não conseguiu fazer nada durante o período em que esteve no jogo. A alteração deu resultado e os bávaros, aos 26 minutos, com Lewandoski aproveitando passe de Ribery desviado por Subotic, igualou o placar. 1 a 1 em Munique!

O gol abalou o Borussia Dortmund, que passou a ser ainda mais pressionado pelo Bayern de Munique. Com isso, Jurgen Klopp, sentindo a necessidade de melhorar o desempenho dos aurinegros, substituiu Aubameyang por Adrian Ramos.

Aos 39 minutos, o Bayern de Munique conseguiu a tão merecida virada com Robben, batendo pênalti cometido por Subotic em cima de Ribery, que foi obrigado a derrubar o francês na área depois de errar a saída de bola. 2 a 1 Bayern, que tratou de segurar o resultado até o apito final!

A vitória do Bayern de Munique pode ser creditada à Guardiola. O treinador catalão percebeu que a entrada de Subotic no lugar do lesionado Hummels enfraqueceu a defesa do Borussia Dortmund, e colocou Ribery em campo para jogar em cima do zagueiro aurinegro. A estratégia de Guardiola deu certo e, em dois lances envolvendo o francês Ribery, Subotic cortou mal uma bola, que caiu no pé de Lewandowski para marcar o primeiro gol, além de cometer o pênalti em cima do francês que decretou a virada dos bávaros.

O resultado consolida o Bayern de Munique na liderança da Bundesliga, que vai nadando de braçada para conquistar outra “Salva de Prata” e, ao mesmo tempo, afunda ainda mais o Borussia Dortmund, que, com a derrota, passou a ocupar a zona de rebaixamento.

A derrota, contudo, não deve desanimar os torcedores do Borussia Dormund, porque os aurinegros se mostraram extremamente competitivos na maior parte do tempo contra o Bayern de Munique, o que demonstra que a recuperação do Borussia na Bundesliga é questão de tempo.

Crédito da foto: Reprodução/Twitter



Suposto entendido, analista e comentarista. Porém, simplesmente apaixonado pelo esporte mais popular e fascinante do planeta: o futebol!