Relembre as polêmicas da carreira de Rebeca Gusmão

Rebeca Gusmão

Rebeca Gusmão conquistou o Brasil e o mundo nas piscinas ao conquistar duas medalhas de ouro os Jogos Pan-americanos realizados no Rio de Janeiro. rebeca também conquistou um bronze. Mas hoje, aos 30 anos, a ex-nadadora vive um momento bem diferente em sua carreira.

LEIA MAIS
Rebeca Gusmão “seca” e curte nova fase “periguete” na internet

Afastada das piscinas desde 2007, a ex-atleta coleciona polêmicas em sua curta carreira como nadadora e agora mesmo distante do esporte. O Torcedores.com selecionou algumas; confira:

Doping:

Em 2007 rebeca Gusmão foi pega no exame anti-doping,o resultado lhe causou a perda das quatro medalhas conquistadas nos Jogos Pan-americanos, a extinção de seus recordes sul-americanos e inicialmente uma suspensão de dois anos. Mas em 2009 o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) confirmou que a nadadora havia sido banida oficialmente dos esportes.

Opção Sexual:

A nadadora sempre brinca com o fato de ter sua sexualidade posta à prova, já que muitos à chamam de “machona”, “travesti”, “transexual”, “sapatão” e entre outros. Recentemente, em entrevista ao portal “O Jornal de Hoje”, Rebeca admitiu que teve relações sexuais com outras mulheres.

Tentativa de suicídio:

Em 2013, Rebeca teria tentado se matar com a ingestão de grande quantidade de remédio. Alguns amigos e familiares da nadadora afirmaram na época que aquela não havia sido a primeira tentativa de suicídio desde que foi banida das piscinas.

Denúncia:

Neste ano a ex-nadadora denunciou dirigentes que supostamente abusavam de atletas no Distrito Federal. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Gusmão revelou. “Vi isso no time que jogava, vi meninas serem trazidas de outros estados para serem tratadas como empregadas dentro de casa de treinador e presidente de clube”.