Torcida do Atlético-MG promete foguetório no hotel de flamenguistas

O Atlético-MG precisa vencer o Flamengo por no mínimo 2 a 0, na próxima quarta-feira no Mineirão, para chegar à final da Copa do Brasil, e parte da torcida atleticana promete armar um foguetório na porta do hotel em que estiverem hospedados os jogadores do time carioca.

LEIA MAIS
Atlético-MG decide dispensar Jô, André e Emerson Conceição
Atlético-MG perde mais uma, mas ainda fica perto do G-4

Um expediente muito comum, principalmente na América do Sul e em jogos da Libertadores, a queima de fogos ininterrupta durante a madrugada, em frente ou nas proximidades do hotel em que a equipe adversários estiver hospedada, visa atrapalhar o sono dos jogadores e fazer com que eles se sintam cansados na hora do jogo.

De eficiência pouco comprovada, mas tradicional e parte integrante do pacote da catimba pré-jogo, o foguetório do Galo tem sido combinado pelas redes sociais. Hoje, no Facebook, torcedores já iniciaram os preparativos e têm combinado o que fazer.

Usando a hashtag #EmBHUrubuNãoDorme para provocar, os atleticanos comentam fazer uma festa de “Reveillón” antecipada na capital mineira, principalmente por conta da rivalidade que os dois times têm. Um dos torcedores, inclusive, frisa que o time não pode ser eliminado pelo Flamengo de jeito nenhum: “É o Flamengo, cara. Sair para eles, NÃO!”.

O rubro-negro do Rio de Janeiro já derrotou o Atlético-MG em diversos jogos decisivos, sendo o mais marcante a final do Brasileirão de 1980. Também já tirou o time da edição do ano de 2006 da Copa do Brasil.



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...