Copa Africana de Nações: Veja o guia completo do Torcedores.com – Grupos C e D

O Torcedores.com traz para você um guia completo sobre a Copa Africana de Nações, que acontece do dia 17 de Janeiro à 8 de Fevereiro na Guiné Equatorial. Hoje é a vez da análise dos grupos C e D, que possuem os grandes favoritos à vencer a competição continental, e um grande grupo da morte.

Mário Fontes
Estudante de Jornalismo na UFPE, fã de esportes, apaixonado por futebol mas também rugby e futebol americano.

Crédito: Yaya Touré e a Seleção da Costa do Marfim. Foto: fifa.com

LEIA MAIS:

GRUPOS
Grupos da Copa Africana de Nações. Foto: Site Oficial da Confederação Africana de Futebol(CAF).

Grupos da Copa Africana de Nações. Foto: Site Oficial da Confederação Africana de Futebol(CAF).

GRUPO C: Gana, Argélia, África do Sul e Senegal.

Grupo da morte, Argélia em boa fase e Gana sempre forte

O grupo D pode ser aquele que reúne os maiores candidatos ao título deste ano. Com campanhas boas nas últimas copas e sempre com uma boa safra de jogadores, a Seleção de Gana chega mais uma vez como favorita ao título do torneio, apesar de em 2013 não ter ido tão bem. Comandados pelos irmãos Jordan(Lorient-FRA) e André Ayew(Olympique Marseille-FRA), filhos do craque africano Abedi Pelé, Gana não terá vida fácil com seus adversários, a começar pela Argélia.

Andre Ayew em ação por sua seleção na Copa do Mundo. Foto: Site Oficial da Fifa.

Andre Ayew em ação por sua seleção na Copa do Mundo. Foto: Site Oficial da Fifa.

Os argelinos fizeram uma ótima Copa do Mundo, sendo eliminados apenas na fase de oitavas-de-final para a Alemanha, e na prorrogação. Comandados pelo meia do Valencia Sofiane Feghouli, a seleção argelina não tem ido bem nas últimas Copas Africanas, e tenta conseguir seu segundo título, tendo vencido o primeiro em 1990.

Sofiane Feghouli, o astro da seleção da Argélia. Foto: Site Oficial da FIFA.

Sofiane Feghouli, o astro da seleção da Argélia. Foto: Site Oficial da FIFA.

África do Sul e Senegal tentam surpreender. Os “Bafana-Bafana” têm uma boa geração em mãos, comandada pelo experiente atacante Bernard Parker. Misturando jovens com alguns jogadores mais rodados, tem tudo para “beliscar” uma vaga nas quartas-de-final. Já os senegaleses acreditam em estrelas como Papiss Cissé, do Newcastle e a revelação Sadio Mané, do Southampton, para tentar fazer jus ao time de 2002 que surpreendeu na Copa do Mundo e vencer o primeiro título da história do país no torneio.

GRUPO D: Costa do Marfim, Mali, Camarões e Guiné.

A vida sem Drogba e sem Eto’o não deve ser tão ruim assim

Costa do Marfim e Camarões são as favoritas no grupo D, que também tem Mali e Guiné, correndo por fora. As aposentadorias de Didier Drogba e Samuel Eto’o deixaram lacunas em suas equipes, mas sem o estrelismo dos dois, as duas seleções devem ganhar mais em coletividade. Yaya Touré e Wilfried Bony, os dois do Manchester City estão em ótima forma, e comandarão os marfinenses. Eric Choupo-Moting, do Schalke 04 deve ser o destaque dos camaroneses.

Eric Choupo-Moting(C) em ação por Camarões. Foto: Site Oficial da FIFA.

Eric Choupo-Moting(C) em ação por Camarões. Foto: Site Oficial da FIFA.

Um dos destaques também é Gervinho, pela Costa do Marfim. O jogador da Roma está em boa fase, e deve ajudar a equipe na caminhada do torneio. As perdas foram grandes, mas as novas gerações de jogadores para Costa do Marfim e Camarões podem mudar o panorama dessas equipes.

Gervinho(10) jogando pela Costa do Marfim. Foto: Site Oficial da FIFA.

Gervinho(10) jogando pela Costa do Marfim. Foto: Site Oficial da FIFA.

Mali e Guiné tentarão surpreender. A seleção de Mali foi uma das surpresas na última CAN, em 2013, quando chegou às semifinais. O experientíssimo Seydou Keita, da Roma e com passagem pelo Barcelona será o comandante dos malineses. Na seleção da Guiné, o meia Kevin Constant, ex-Milan e atualmente no futebol turco é o craque do time, juntamente com o lateral Mohammed Yattara, do Lyon da França.

Você pode acompanhar a cobertura do Torcedores.com rodada a rodada, grupo a grupo, com as melhores análises da Copa Africana de Nações.