Medina é multado por polêmica em Gold Coast, mas escapa de suspensão

A World Surf League (WSL) divulgou nesta semana a punição para o brasileiros Gabriel Medina depois de uma entrevista polêmica insinuando que a eliminação em Gold Coast foi trapaça e má organização da WSL. A entidade comunicou que Medina terá que pagar uma multa por “mau comportamento” – o valor não foi divulgado.

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

“O Comitê de Regras e Disciplina da World Surf League completou sua investigação sobre o incidente Medina/Hall no WCT da Gold Coast. Após conversas com as duas partes envolvidas e revisão das filmagens, o comitê determinou que Medina violou o Código de Condutas dos atletas e foi multado. Os esforços de Medina após o incidente para diminuir alguma má percepção do público sobre sua relação com Hall foram observados e apreciados. Desejamos boa sorte a todos os competidores no WCT de Bells Beach”, anunciou a WSL em comunicado oficial.

Apesar da multa, a boa notícia é que Gabriel Medina escapou de uma possível suspensão, o que atrapalharia o sonho do bicampeonato mundial.

Relembre a polêmica:

Durante uma das baterias da terceira fase do circuito de Gold Coast, foi penalizado por interferência ao atrapalhar uma onda de Glenn Hall, seu adversário na bateria. Assim, o brasileiro acabou eliminado do circuito.

Ao sair da água, Gabriel Medina atacou a organização do campeonato. ” Em primeiro lugar, esta foi uma má decisão para o campeonato. Esperamos dez dias, depois estendemos mais dois dias para ter ondas assim. Acho que o KP (Kieren Perrow, comissário da WSL) não fez um bom trabalho, mas espero que ele melhore. Em segundo lugar foi a interferência. Um dia vou tentar entender essas novas regras”, esbravejou o surfista.

“E em terceiro, da próxima vez que Glenn mandar eu me f****, vou ensiná-lo alguns palavrões”, concluiu.

Gabriel Medina chegou a pedir desculpas a entidade e ao rival Glenn Hall afirmando que “estava triste e irritado”, e que “cometeu um grande erro”.

Foto: Reprodução