Nas oitavas em Marrakech, Teliana está perto de igualar recorde de Guga

Na manhã desta terça-feira (28), Teliana Pereira derrotou a estoniana Kaia Kanepi por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/2, pela primeira rodada do WTA de Marrakech, no Marrocos. Especialista em quebrar recordes no tênis feminino, a brasileira está próxima de igualar o número de vitórias seguidas de Gustavo Kuerten no circuito profissional.

Antonio Kurazumi
Jornalista desde 2008, é um estudioso do esporte e se orgulha por ter participado da cobertura de duas Olimpíadas: na Folha e no iG. Fecha o caderno de esportes do jornal ABCD MAIOR, que fica na Região do ABC Paulista

Crédito: Teliana Pereira

LEIA MAIS

Wimbledon anuncia maior premiação na história do tênis

A número 1 do Brasil e 81ª do mundo soma 14 vitórias consecutivas, desde o ITF de Medellín, e ficou a dois resultados positivos de alcançar Guga. Quando despontou para o tênis em 1997, o catarinense encaixou uma série de 16 vitórias. E ele quase atingiu a marca novamente. Por duas vezes, em 2000 e 2001, o catarinense permaneceu invicto por 15 jogos.

Entretanto, não há como ignorar a diferença de peso dos campeonatos. Naquele 1997 histórico, Guga ganhou Roland Garros pela primeira vez e fez final em Bolonha, apesar de ter iniciado a sequência no challenger de Curitiba. Quando ficou invencível por 15 partidas, Guga foi campeão do Masters 1000 de Hamburgo, Roland Garros e perdeu na segunda rodada de Wimbledon. Em 2001, a sequência começou em Roland Garros, se estendeu no ATP de Stuttgart e parou em Los Angeles, quando caiu nas semifinais para o americano André Agassi.

Já Teliana, que enfileirou 28 sets seguidos sem um revés, embalou no ITF de Medellín, torneio de segunda linha no tênis feminino e que é ignorado pelas principais jogadoras. Mesmo assim, se sagrou campeão e, na semana seguinte, deu ao Brasil o primeiro título de WTA depois de 27 anos ao vencer em Bogotá.

Nesta semana, a pernambucana passou pelo qualifying no Marrocos com duas vitórias e, para se aproximar ainda mais de Guga, precisará derrotar a húngara Timea Babos, 86ª do mundo, nas oitavas de final.

Foto: WTA