Após desistência de Anderson Silva, taekwondo procura novo embaixador para a modalidade

O presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), Carlos Fernandes, revela em nota que a entidade está à procura de um novo embaixador para divulgar o esporte no país. E aproveita para registrar seu pedido de desculpas por ter considerado o pedido de Anderson Silva tão a sério.

Edilene Mendonça
Edilene Mendonça é jornalista diplomada pela UNISA (Universidade de Santo Amaro). Sua trajetória profissional inclui atuações em produtora de vídeo, tevê, campanha política, assessoria de imprensa, site infantil e esporte. Pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU).

Crédito: foto: Ivo Gonzalez - Agência O Globo

http://torcedores.com/noticias/2015/06/caso-de-doping-de-anderson-silva-pode-ter-reviravolta-entenda
http://torcedores.com/noticias/2015/06/presidente-da-entidade-maxima-do-taekwondo-no-brasil-diz-que-anderson-silva-sumiu
http://torcedores.com/noticias/2015/04/anderson-silva-e-confirmado-na-seletiva-do-taekwondo-para-rio-2016

“Apesar de não ter sido um erro nosso, peço desculpas aos atletas, sociedade e imprensa. Até mesmo pelo fato de a CBTKD ter levado tudo isso a sério e também em todo tempo cumprido com todo nosso discurso”, diz um trecho da nota. “Ele (Anderson) veio aqui pessoalmente querendo participar das Olimpíadas 2016. Agora manda recado por terceiros”, ressalta.

Anderson Silva é lutador de Artes Marciais Mistas (MMA) e ex-Campeão Peso Médio da competição Ultimate Fighting Championship (UFC), afastado por doping. Mais conhecido como Spider (aranha) havia manifestado interesse em entrar para o taekwondo, criando assim condições de realizar um “sonho”, participar de sua primeira Olimpíada.

Segundo a CBTKD, depois de saber por um canal de comunicação que Anderson Silva tinha descartado participar das Olimpíadas, logo procurou o empresário do lutador para oficializar ou não a desistência, ao que recebeu como resposta: “Caiu a ficha dele (Anderson Silva). Ele tem 40 anos e vai focar num esporte (MMA)”, retornou Jorge Guimarães, empresário do atleta.

Campeão de taekwondo fala das dificuldades de Spider na corrida pela qualificação
“O taekwondo e o boxe são esportes que não tem influência de nenhuma outra arte marcial, são esportes puros, sem mesclagem. O boxe é 100% braço, o taekwondo, perna. Então para o Spider se adaptar é muito mais difícil, e demanda tempo, paciência, o corpo reage, sofre”, observou Diego Silva, 4º lugar nos Jogos Olímpicos Londres 2012, ouro no Pan-Americano Rio 2007 e campeão da Universíade 2009, entre outros.

Ao ser abordado sobre o projeto do lutador de MMA (suspenso por doping), de migrar para o taekwondo para criar condições de participar dos Jogos Olímpicos, Diogo ressaltou as qualidades de Spider e o quanto seria bem recebido se estivesse preparado.

“É um atleta de referência, um nome importante para o esporte mundial. E a gente o quer próximo também, mas ele tem uma concorrência muito forte. Se conseguir se adaptar a um esporte puro como é o taekwondo e correr atrás dos concorrentes (porque os concorrentes dele estão dois, três anos a frente dele), vai ser super bem vindo”, disse Diogo Silva ao Torcedores.com dias antes de saber da desistência do lutador de MMA.

Em virtude da baixa de Anderson Silva, a CBTKD está em fase de avaliação para identificar um novo embaixador para a modalidade. Ao que deve divulgar em um futuro breve. Por falar em futuro, o de Spider também poderá ser modificado, conforme informação do portal MMA Space. “Suposto erro de laboratório pode reescrever toda a história, de acordo com o jornalista Larry Pepe, do podcast americano “ProMMARadio”.

foto: Ivo Gonzalez – Agência O Globo