Atleta da canoagem descoberto em projeto social estará no PAN de Toronto

A Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) divulgou na última sexta-feira (12) a lista de 19 atletas convocados para o Pan de Toronto (14 da canoagem velocidade e 5 da canoagem slalom). Entre eles, o baiano Isaquias Queiroz, 21, que entrou para o esporte em 2005 através do programa Segundo Tempo, criado para incentivar a inclusão social por meio da prática esportiva.

Edilene Mendonça
Edilene Mendonça é jornalista diplomada pela UNISA (Universidade de Santo Amaro). Sua trajetória profissional inclui atuações em produtora de vídeo, tevê, campanha política, assessoria de imprensa, site infantil e esporte. Pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU).
Isaquias Queiroz

Crédito: Foto: Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa)

De autoria do governo federal, o Segundo Tempo também é parte do Plano Brasil Medalhas, que nasceu com o propósito de colocar o Brasil entre os 10 primeiros países nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Para isso, investe em atletas de alto rendimento, com possibilidades reais de medalhas na próxima edição dos Jogos.

Mas, como a maioria das crianças quando entram para o esporte, o menino Isaquias, então com 11 anos, também escolheu o futebol. E, em entrevista no início da carreira, explicou sua mudança pela canoagem. “Quando estava na escola, perguntei para a professora o que era a canoagem e ela me explicou que era praticada no rio. Logo falei que queria participar”, disse.

O que começou por curiosidade em sua terra natal, Ubaitaba (Cidade das Canoas, em Tupi Guarani), acabou se transformando em paixão e projetando o atleta para o mundo. “Era muito divertido para mim. Comecei a praticar e o treinador viu que eu tinha talento e começou a incentivar. Ele falou que o Programa Segundo Tempo iria terminar no núcleo, mas que a canoagem estava de portas abertas para mim. Até hoje eu e os outros alunos continuamos no esporte. Alguns estão comigo na Seleção Brasileira”, ressalta.

Primeiro brasileiro campeão mundial de canoagem, prova C1 500m (2013) Isaquias acaba de conquistar o ouro na etapa de Duisburg, na Alemanha, da Copa do Mundo de Canoagem. O atleta faz parte da seleção permanente de canoagem e treina na Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a 36 km da capital mineira, focado nos Jogos Olímpicos Rio 2016

Segundo a CBCa, a equipe de canoa masculina conta, na cidade, com estrutura para se preparar da melhor forma possível. “Além de uma lagoa de 6,3km exclusiva para o treinamento dos brasileiros, os atletas têm moradia, serviços de fisioterapia, Ciências do Esporte, entre outros”, ressalta.

A equipe de Isaquias que disputará o PAN de Toronto, considerada a maior competição das Américas, se completa com outros 13 canoístas. Ana Paula Vergutz, Ariela Cesar Pinto, Beatriz Renata Vergutz, Celso Dias de Oliveira Júnior, Edson Isaias Freitas da Silva, Erlon de Souza Silva, Gilvan Bitencourt Ribeiro, Hans Heinrich Mallmann, Mariane dos Santos da Silva, Roberto Maheler, Vagner Junior Souta e Valdenice Conceição do Nascimento, Ediléia Matos dos Reis.

Além da prova C1 500m, em que é bicampeão mundial, Isaquias também estará na prova do C1 1000m. As disputas estão programadas para Weeland (Canadá) entre os dias 11 e 14 de julho. A canoagem brasileira conta com patrocínio oficial do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e apoio do Ministério do Esporte e dos Comitês Olímpico e Paralímpico do Brasil.

fonte: Ministério do Esporte