Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Eddie Irvine, o irlandês quase campeão

Edmund Irvine Jr, ou então simplesmente Eddie Irvine. Nasceu na Irlanda do Norte, em 10 de novembro de 1965 e desde pequeno fora aficionado por corridas de carros.  Sua família ao perceber isso, deu grande apoio.

Murilo Camano Murr
Serranegrense de 26 anos.Diferente da maioria dos escritores,não sou jornalista formado, e sim cientista, detalhe esse que não diminui minha paixão pela escrita automobilística.Apaixonado por esportes à motor desde criança, se há corrida passando na TV, paro pra assistir independente do que tenho pra fazer.F1, F-Indy, Motogp, Stock Car, Formula-E.

Crédito: Fonte: Flickr.com

Seu primeiro grande sucesso internacional foi na Fórmula Ford Festival em 1987. Sem conseguir um carro competitivo para correr na Fórmula 1, Irvine seguiu rumo ao Japão para disputar a F3000 Sportscars.

Após algum tempo correndo em categorias de base, Irvine consegue enfim chegar a F1 no ano de 1993 correndo pela equipe Jordan. Logo em seu primeiro ano, Irvine foi protagonista de uma briga com seu grande ídolo, Ayrton Senna, isso mesmo. O Irlandês ficou famoso por levar um soco do então tricampeão na ocasião. Irvine era na época o que Maldonado é hoje, um piloto veloz, porém provocador de acidentes.

O Irlandês foi companheiro de Barrichello nos anos de 1994 e 1995, anos em que se manteve na Jordan. Em 1996 o grande salto na carreira, é contrato pela Ferrari e tem como companheiro ninguém menos do que Michael Schumacher.

Mesmo correndo em uma equipe de ponta a primeira vitória demora a chegar, Irvine consegue vencer sua primeira corrida apenas em 1999 no GP da Austrália, momento esse que mostraria como seria a temporada de 1999 para a Ferrari.

Mantendo resultados sólidos durante o ano de sua primeira vitória, a grande surpresa para o mundo do automobilismo ocorre em Silverstone, onde o multicampeão Schumacher sofre acidente, tem a perna fraturada e fica de fora de uma grande parcela de provas do campeonato.

O Irlandês então é efetivado a primeiro piloto. Mika Salo é resgatado pela Ferrari para pilotar o carro de Schumacher enquanto o campeão estivesse fora. Algo que chamou muita atenção naquela temporada foi o fato de Schumacher estar na equipe justamente para ser campeão e levar a Ferrari aos dias de glórias novamente, já que a equipe estava a quase 20 anos na fila de títulos.  Comentaristas, torcedores, pilotos e até mesmo os dirigentes riram da situação: “Já pensou, Irvine levar o título antes de Schumi? ”.

Mas não foi o que aconteceu, Irvine conseguiu levar a disputa do campeonato até a última prova daquele ano em Suzuka, no Japão, mas não conseguiu superar a McLaren de Finlandês Mika Hakkinen e termina a temporada como vice-campeão.

No ano seguinte, 2000. Irvine Assina contrato com a recente equipe Jaguar, porém com um fraco motor e equipamento inferior em relação às outras equipes faz um campeonato pífio, marcando apenas 4 pontos e terminando na 13ª posição. Nos anos seguintes a situação não muda, em 2001 o irlandês chega aos 6 pontos e termina o campeonato em 12º e em 2002 seu último ano na categoria, consegue marcar ridículos 8 pontos e termina o campeonato em 9º.

Uma curiosidade sobre Irvine é que mesmo saindo no tapa com Senna, o irlandês era muito fã do brasileiro, chegou a correr o GP de Macau com um capacete idêntico ao de Senna. Inclusive seu capacete na época de Jordan e Ferrari foi inspirado no capacete de Ayrton, mudando apenas a cor amarela pela vermelha.

Em 2014 Eddie Irvine mostrou que seu temperamento continua quente e foi condenado a 6 meses de prisão por agredir uma jovem ainda no ano de 2008. O Irlandês se afastou das pistas de corrida e dificilmente ouve-se falar nele. O quase campeão de 1999 anda sumido.