Cafu: O único jogador da história a entrar em campo em 3 finais de Copa do Mundo

Cafu
Getty Images

Cafu ficou eternizado com a camisa da seleção, e mantém o posto de jogador com mais partidas disputas pela Seleção Brasileira até hoje.

Marcos Evangelista de Morais, o famoso Cafu, recebeu sua primeira convocação e estreou na seleção em 1990, em uma partida contra a Espanha. O jogador figurou na seleção que foi vice-campeã da Copa América 1991. Ótimas atuações e a conquista do Brasileirão (1991), Libertadores da América (1992 e 1993) e Copas Intercontinentais (1992 e 1993) com a camisa do São Paulo, renderam ao lateral uma vaga para a Copa do Mundo de 1994. Fez sua estréia contra os donos da casa, Estados Unidos, nas oitavas.

Na final contra a Itália, Cafu entrou aos 20 minutos no lugar de Jorginho, que saiu machucado. O Brasil bateu a Seleção Italiana nos pênaltis e Cafu, que utilizava a camisa 14 na época, sagrou-se campeão do mundo pela primeira vez.

Após a Copa do Mundo, Cafu transferiu-se ao Zaragoza, mas voltou rapidamente ao Brasil para defender o Palmeiras, onde ganhou o Paulista de 96. Em 1997, o lateral foi titular absoluto nas conquistas da Copa América e da Copa das Confederações. O ano de 1997 marcou a volta do jogador à Europa, desta vez para defender a Roma.

Na Copa do Mundo de 1998, disputada na França, Cafu participou de todos os jogos, não jogou apenas a semifinal devido a uma suspensão. Após cumprir suspensão, o lateral-direito esteve em campo, disputando sua segunda final de Copa do Mundo consecutiva, mas não conseguiu impedir a vitória da França sobre o Brasil, com uma atuação histórica de Zidane. Em 1999, voltou a conquistar a Copa América com a Seleção Brasileira.

O camisa 2 foi crucial na Copa do Mundo de 2002, o lateral disputou todos os minutos de todos os jogos. A camisa 2 estava em campo e era o capitão na final contra a Alemanha, sua terceira consecutiva. Cafu ficou marcado pela homenagem que prestou para mulher, Regina. Enquanto levantava a taça, o capitão disse: “Regina, eu te amo!”. Também prestou homenagem ao Jardim Irene, bairro onde nasceu.

Ao final de seu contrato, o lateral trocou a Roma pelo Milan em 2003, onde tornou-se ídolo. Pelo Milan, o lateral conquistou a Champions League, o Campeonato Italiano, o Mundial de Clubes, a Supercopa da Itália e a Supercopa da Europa. Em 2006, com 36 anos, disputou sua última Copa do Mundo mas, desta vez, chegou até as quartas, sendo eliminado pela Seleção Francesa, seu algoz de 1998.

Cafu defendeu a Seleção Brasileira por 16 anos, é o recordista de jogos pela seleção (142 jogos), é o único jogador da história que disputou 3 finais de Copa do Mundo, números que colocam Cafu como uma das maiores lendas do futebol mundial. Veja alguns lances do craque:

Crédito da foto: Getty Images



Apaixonado por futebol, futebol americano, tênis, F1, mma e boxe.