Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Senado elege Romário como presidente da CPI do Futebol que investigará a CBF

Após quase dois meses de atraso, o Senado aprovou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Futebol. Nessa terça-feira, o senador Romário (PSB-RJ) foi eleito presidente da comissão que vai investigar denúncias de irregularidades que podem incluir as obras para a Copa do Mundo de 2014.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Jefferson Rudy:Agência Senado

LEIA TAMBÉM:
Romário vibra com saída de Blatter e pede que Del Nero também deixe a CBF

O ex-jogador, que reuniu as assinaturas para a criação da CPI, tinha manifestado o interesse de ser o relator. Entretanto Romero Jucá (PMDB-RR) ficou com o cargo reconhecidamente como o mais importante do processo.

“Na verdade, é uma combinação entre os maiores partidos. Independentemente de ser relator ou ser presidente nosso trabalho vai ser em equipe. O gol não é fruto de um só jogador. A equipe são 11 e todos têm que jogar bola, ter o mesmo objetivo de trabalhar em equipe”, disse Jucá em entrevista à Agência Senado.

Romário comemorou a oportunidade de presidir a CPI em contato com seus seguidores nas redes sociais. “Estou confiante que temos chances reais de repaginar e modernizar o nosso futebol, no que depender de mim, tenham certeza que darei o meu melhor. É triste assistir a deteriorização do esporte, os resultados ruins que assistimos em campo são fruto da má gestão, da ganância de quem hoje comanda o futebol”, publicou o melhor jogador do mundo em 1994 e tetracampeão pela seleção brasileira.

A primeira reunião da CPI está marcada para somente depois do recesso parlamentar, no dia 4 de agosto. Só que há a chance de Romário e Jucá se encontrarem antes para planejar os trabalhos da investigação. O ex-atacante já deixou claro que os ex-presidentes da CBF, Ricardo Teixeira e José Maria Marin, preso na Suíça, e também Marco Polo Del Nero, atual mandatário da entidade máxima do futebol brasileiro, estarão sob investigação na comissão.

Segundo Romário, a intenção é investigar na CPI crimes como lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, corrupção, extorsão, evasão de divisas, dentre outros. O senador não esconde que quer ter o auxílio do FBI, que foi o responsável pela prisão de sete dirigentes da Fifa, incluindo Marin.

Uma curiosidade é que Fernando Collor de Mello (ex-presidente do Brasil que sofreu impeachment em 1992) estará entre os membros da CPI. Hoje ele é senador pelo PTB, de Alagoas.

Confira todos os membros da CPI do Futebol:

Humberto Costa (PT-PE)
Zezé Perrela (PDT-MG)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Donizete Nogueira (PT-TO)
Gladson Caneli (PP-AC)
Eunicio Oliveira (PMDB-CE)
Romeiro Jucá (PMDB-RR)
Omar Aziz (PSD-AM)
Helio José (PSD-DF)
Alvaro Dias (PSDB-PR)
Davi Alcolumbre (DEM-AM)
Romário (PSB-RJ)
Roberto Rocha (PSB-MA)
Fernando Collor (PTB-AL)
Wellington Fagundes (PR-MT)

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado