José Aldo promete luta rápida contra desafeto

Twitter oficial José Aldo

Rápida e sem riscos. Assim o campeão dos pesos-pena do UFC, José Aldo, quer que a luta pela disputa do cinturão contra Conor McGregor se desenvolva. O combate entre os dois está marcado para 12 de dezembro, no UFC 194, em Las Vegas, após ser adiada pela lesão de José Aldo. A afirmação foi dada durante entrevista aos fãs no Facebook do Canal Combate.

“Vai ser o mais rápido possível, porque assim ninguém sofre, nem eu, e a gente já volta rapidinho para casa, vai comer e comemorar (risos). Vamos sofrer bem menos dessa vez…”, aposta o brasileiro.

Aldo respondeu também sobre como vai reagir às antigas e possíveis novas provocações. “Todo mundo sempre pergunta se eu vou ter mais vontade de bater nele ou não. Cara, para mim isso não importa. O importante, para mim, é continuar sendo o campeão. Não fico caindo em pilha, se é, não é, bater ou não bater, eu procuro focar no meu trabalho, focar em ser o campeão. o importante é eu sair vitorioso, não importa o que eu vou chegar lá e fazer.”

Embora tenha dito que não cai em provocações, Aldo direcionou palavras a um desafio de TJ Dillashaw, campeão dos pesos-galo, que sonha enfrentá-lo. “A hora que ele (TJ Dillashaw) quiser. Falar é mole, até papagaio fala, quero ver quando estiver frente a frente. É nisso que eu foco, se colocassem essa luta, com certeza eu lutaria amarradão, mas por enquanto é uma coisa muito distante.”



Jornalista graduado pelo UniCEUB, em 2010. Trabalha com esportes desde 2010 e atualmente sub-editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Passou também pela redação do Jornal Metro. Cobriu jogos do Brasileiro (Séries A a D), Copa do Mundo-2014 e Campeonato Candango, além de eventos como o Novo Basquete Brasil e a Liga Futsal.