Canoagem vira disciplina em Universidade da região Norte do Brasil

Bons ventos sopram em direção aos alunos do curso de Educação Física do Centro Universitário Luterano de Santarém (CEULS-ULBRA), no Pará. Depois do sucesso no Pan de Toronto, a Canoagem Brasileira ganha um novo rumo, a sala de aula. Segundo a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), a disciplina entra na grade curricular já no início de 2016, em pleno ano olímpico.

Edilene Mendonça
Edilene Mendonça é jornalista diplomada pela UNISA (Universidade de Santo Amaro). Sua trajetória profissional inclui atuações em produtora de vídeo, tevê, campanha política, assessoria de imprensa, site infantil e esporte. Pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU).
fonte: CBCa/ Divulgação

Crédito: fonte: CBCa/ Divulgação

http://torcedores.com/noticias/2015/06/atleta-da-canoagem-descoberto-em-projeto-social-estara-no-pan-de-toronto
http://torcedores.com/noticias/2015/07/pan-isaquias-queiroz-bate-canadense-e-fatura-o-ouro-na-canoagem

“O Norte do Brasil, berço nativo do desenvolvimento da Canoagem Tradicional, dá mais um exemplo ao resto do país da forma como a canoagem se ingressa ainda mais na cultura brasileira”, destaca a CBCa. Por falar em exemplo, vale lembrar que a Canoagem Brasileira conquistou 14 medalhas em Toronto, ficou atrás apenas da natação, com 26, ganhando até do judô, com 13.

Enfim. De acordo com o presidente da Federação de Canoagem do Estado do Pará, o prof. Evaldo Malato, a iniciativa é inédita no país e será fundamental para o contínuo crescimento da canoagem na região, agora de uma forma acadêmica e profissional. “A canoagem é patrimônio imaterial da cultura do nosso povo ribeirinho e aliar esse potencial ao universo acadêmico é fundamental para o desenvolvimento da canoagem no Norte do Brasil”, diz.

Com informações da CBCa – crédito da foto (divulgação).