Entenda o que cada jogador de futebol americano faz dentro de campo

Chegou agora ao mundo do futebol americano? Calma, está tudo certo! O Torcedores.com te dá uma força para entender os principais termos e posições do esporte e não ficar perdido.

Fernanda Pessanha
Formanda de Jornalismo, formada em Educação Física, pós-graduada em Administração e Marketing Esportivo e apaixonada por esportes, principalmente os Olímpicos e o Futebol Americano "brasileiro". Experiência na área de assessoria de imprensa esportiva e na área de Rádio e TV em grandes eventos, como os Jogos Pan-Americanos Rio 2007 e a Copa do Mundo 2014

Crédito: BLACKSBURG, VA - SEPTEMBER 7: Quarterback Brenden Motley #9 of the Virginia Tech Hokies looks to pass against the Ohio State Buckeyes in the second half at Lane Stadium on September 7, 2015 in Blacksburg, Virginia. Ohio State defeated Virginia Tech 42-24. (Photo by Michael Shroyer/Getty Images)

ATAQUE:

Quarterback (QB): É o cara que lança a bola (foto). Nos filmes, é o galã que arrasa corações e pega as cheerleaders. Na maioria dos times ele é o líder, o cérebro do time. Nos jogos, sempre está em contato com o treinador, através de um sistema de som interno, preso ao capacete, e é responsável por passar as jogadas de ataque.

Running Back (RB): A função de Running Back ou RB, na verdade está divida em duas subcategorias: Halfback (HB) e Full back (FB). Porém, o Halfback é comumente chamado de Running back ou RB.

– Half Back (HB) / Running Back: É o Corredor, o que recebe a bola das mãos do QB e já sai correndo com ela nas em sua posse. Costuma estar posicionado atrás do QB, em formação single back (sozinho), formação i (quando está ele e o full back em linha) ou formação A (quando estão mais abertos, formando tipo um V ou A junto com o QB), mas também pode se alinhar ao lado e até como o próprio QB, em jogadas especiais (como wildcat). Geralmente é um cara forte e rápido, daqueles que arrasta o que tem pela frente (estilo Marshall Lynch), mas também pode ser somente rápido e bom de quebrada. O running back pode também receber passes e também fazer bloqueios, apesar de não ser sua especialidade.

– Fullback (FB): Teoricamente, a função prioritária do fullback é bloquear, abrindo caminhos para o Half Back passar. Mas, ele também pode correr com a bola, recurso que os times utilizam com frequência, ou ficar para ajudar no bloqueio de proteção ao QB. O fullback, geralmente é mais pesado e, por isso, costuma ser bem utilizado em jogadas para poucas jardas, onde usa da sua força física para penetrar pelo meio da defesa e conseguir a primeira descida ou um Touchdown.

Wide Receiver (WR): É aquele cara que corre, corre, corre, espera o quarterback lançar a bola e, de repente, a pega com um dedo só quando você menos espera; é o recebedor. Esse deslocamento que o wide receiver faz é pré-determinado pelo QB e se chama Rota. Normalmente, os WRs são altos e rápidos, mas o mais importante para eles é ter um bom catch (catch é a pegada de bola, o ato de pegar), um catch seguro.

Tight-End (TE): Uma mistura de recebedor com bloqueador. É geralmente um cara grande, que tem um bom catch, no entanto, mais lento ou mais forte para o perfil de um Wide Receiver. Sua principal função é se alinhar junto a linha ofensiva para fazer bloqueios, a qualquer momento podendo sair para receber passes. Suas rotas geralmente são mias pelo meio da defesa ou curtas pra fora.
Offensive Line (OL): É a linha ou barreira que protege o quarterback para que ele tenha tempo fazer a jogada, seja ela de passe ou de corrida. Em situações de corrida para poucas jardas ou corrida do QB, pode ser usada para “empurrar” a linha de defesa para trás, ganhando território. É composta pelo Center, pelos guards direito e esquedo e os tackles direito e esquerdo.

– Offensive Tackles (OT): São dois. Um do lado esquerdo (left tackle) e o outro do lado direito (right tackle). Para os QBs destros (a maioria) O left-tackle é considerado uma das posições mais importantes do futebol americano, pois é ele o responsável por proteger o blind side do QB (Blind side = lado cego, chamado assim pois quando o QB está para lançar ele geralmente fica levemente de costas para o lado esquerdo, ou contrário ao da mão com a qual ele lança, e não vê quem se aproxima). Se o Quarterback for canhoto, é ao contrário.

– Guards: Os guards ficam entre o center e os tackles. Sua função também é proteger o quarterback com bloqueios e evitar que a defesa adversária pressione o QB pelo meio da linha ofensiva.

– Center: É o jogador que fica exatamente a frente do QB, aquele que segura a bola posicionada no chão e passa ela entre suas pernas, o que é chamado de Snap. Ele tem grande responsabilidade: é o jogador central da linha, geralmente o que analisa a defesa e comanda a linha ofensiva. Como recursos físicos, precisa ser uma pessoa pesada, forte e ágil, pois ele tem menos de um segundo para passar a bola com precisão e voltar para bloquear. Caso contrário, vai ser empurrado e cairá sobre o QB, a pior coisa que pode acontecer.

DEFESA

Defensive Line (DL): São os jogadores que “brigam” com a linha ofensiva e tem o objetivo de passar por eles para pegar o quarterback e derrubá-lo, antes que ele passe a bola. Geralmente são jogadores grandes e fortes fisicamente. Geralmente é formada por 5 jogadores, divididos em 3 funções prioritárias, mas dependendo do sistema de defesa essas quantidades de jogadores e funções podem variar ou nem existir.

– Nose Tackle (NT): Fica exatamente em frente ao center, para pressioná-lo diretamente e tentar fazer com que ele caia sobre a bola ou o quarterback. Porém, em muitos sistemas defensivos que jogam com 4 OLs e não 5, não é mais sendo usado.

– Defensive End (DE): É o jogador que fica nas extremidades da linha defensiva. Geralmente são os que conseguem invadir o território do ataque e pegar o quarterback. É bom que tenham boa visão para ler as jogadas e identificar buracos na linha ofensiva.
– Defensive Tackle (DT): Ficam no meio da linha defensiva ou entre o nose e os DEs. Geralmente é um atleta grande e forte, capaz de fechar espaços e empurrar a linha ofensiva para trás, pressionando o QB adversário.

Linebacker (LB): Os mensageiros do caos, como diriam comentaristas da ESPN. São geralmente os jogadores mais atléticos, fortes, rápidos e com o melhor tackle. Eles costumam se posicionar entre a linha defensiva e os defensive backs (corners e safeties). O objetivo principal dos linebackers é parar as jogadas de corrida e invadir o lado adversário (de forma pré combinada – as chamadas Blitz) para pegar o quarterback. Porém, também são responsáveis por cobrir os passes curtos. Existem duas divisões de linebackers:

– Middle linebacker (MLB): que cobre a parte mais central do campo (geralmente é o capitão do time e aquele que tem mais conhecimento e experiência de defesa), posicionado entre a defensive line e o safety.
– Outside linebacker (OLB): Cobre as partes mais laterais do campo, entre o middle e os cornerbacks.

Defensive Backs (DBs): A famosa Secundária. São os jogadores mais leves, cuja função primária está em marcar passes. São divididos em:

Strong Safety (SS): É quase um Middle linebacker, com uma função maior sobre a cobertura de passe. Sua prioridade é parar o corredor adversário, caso ele consiga passar pelos outros jogadores, e também ficar de olho em jogadas de passe. Dificilmente faz blitz. Dependendo do esquema defensivo ele pode não existir.

Free Safety (FS): É o jogador que nunca sai na foto, o que fica mais para o fundo do campo, equivalente a um goleiro no futebol. Mas é o jogador de segurança (= safety), sua
função é cobrir as jogadas de passe longo, principalmente, dando cobertura para um dos cornerbacks ou marcando algum Wide receiver que esteja livre. Caso a jogada seja de corrida, ele avança para tentar parar o running back adversário. Geralmente é um jogador leve, rápido e com muita visão de jogo.

Cornerback (CB): Sua função primária é marcar os wide receivers adversários, impedindo que eles façam recepção de passes ou que continuem a correr depois de uma recepção; e também tem a função de defender a lateral do campo, impedindo que os running backs corram por ali, parando a corrida ou, pelo menos, forçando-os a correr pelo meio. Geralmente são jogadores leves e rápidos.

TIME DE ESPECIALISTAS

Kicker (K): É o chutador do time e só entra em campo pra fazer isso. É responsável por chutar os Kick-Offs, field goals e extra points de sua equipe. Geralmente entra em situações decisivas e é um dos mais pressionados do time, pois ele só entra para fazer isso, então, consideram que não pode errar.

Punter (P): É o chutador que faz o Punt, que nada mais é que um chute com o peito do pé, sem colocara bola no chão. O time tem 4 tentativas para avançar 10 jardas. Quando ele chega na terceira tentativa e ainda está muito longe da Endzone de pontuação, a sua equipe faz um Punt, para devolver a bola para o adversário, assim, tenta fazer com que o ataque adversário comece com a bola mais longe de onde o ataque estava.

Holder: Em situações de Field Goal e extra-point, é o jogador que segura a bola para o kicker chutar. Essa posição é normalmente ocupada por um jogador de outra posição. É comum usar um QB como holder, para fazer jogadas tipo “Trick plays”, para enganar o adversário e lançar a bola ao invés de chutar.

Long snapper: É o jogador que lança a bola para o holder segurar ou para o punter, ou seja, faz um Snap Longo.

Crédito da foto: Getty Images