Boxeador estrela filme pornô gay e alega ter sido drogado para filmar

O boxeador profissional Yusaf Mack se envolveu em uma situação mais complicada do que qualquer luta em que esteve. Recentemente, foi divulgado que o norte-americano de 35 anos estrelou um filme pornô gay. Detalhe: ele alega que foi drogrado e forçado a participar do filme.

Matheus Adami
Jornalista, editor do Torcedores. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.

Crédito: Reprodução/Instagram

LEIA MAIS:
Boxeador Manny Pacquiao joga xadrez nas horas vagas

 

De acordo com o jornal “Philadelphia Daily News”, Yusaf Mack afirmou que é heterossexual.

“Toda a minha vida fui chamado de cara que curte sair com prostitutas. Eu amo mulheres. O único momento em que toco um homem é no ringue”, afirmou ele à publicação. No filme, ele contracena com dois atores.

O “Philadelphia Daily News”, contudo, apresenta uma história diferente daquela contada pelo boxeador. Yusaf Mack estava em problemas financeiros e participou do filme pornô a convite da produtor DawgPoundUSA. Segundo o jornal, as filmagens aconteceram em Nova York, nos Estados Unidos, e ninguém percebeu que o boxeador estava drogado ou alterado.

Yusaf Mack tem 41 lutas no cartel profissional. Ao todo, são 31 vitórias (17 nocautes), oito derrotas (cinco por nocaute) e dois empates.

Crédito da foto: Reprodução/Instagram