O misterioso novo Hermanos Rodríguez

Depois de um hiato de pouco mais de 20 anos a F1 volta ao México (arriba!). O famoso Autódromo Hermanos Rodríguez foi reformulado por ninguém menos que o famoso arquiteto alemão Hermann Tilke.

Murilo Camano Murr
Serranegrense de 26 anos.Diferente da maioria dos escritores,não sou jornalista formado, e sim cientista, detalhe esse que não diminui minha paixão pela escrita automobilística.Apaixonado por esportes à motor desde criança, se há corrida passando na TV, paro pra assistir independente do que tenho pra fazer.F1, F-Indy, Motogp, Stock Car, Formula-E.

Crédito: Fonte: Instagram circuito Hermanos Rodriguez

LEIA MAIS: Conheça os irmãos Rodríguez que dão nome ao autódromo mexicano.

A famosa curva da peraltada não está mais entre nós, porém, o autódromo ganhou novas curvas e um surpreendente trecho que passa por dentro de um ex estádio de beisebol. A pista fica exatamente entre arquibancadas por todos os lados, é realmente muito diferente e bonito.

O novo circuito possui 4.580 metros de extensão e a corrida será disputada em 71 voltas, o que totaliza pouco mais 325km de prova. Por ser um circuito com asfalto novo e reformulado não há informações sobre downforce, desgaste de pneus e consumo de gasolina no novo Hermanos Rodriguez.

A história do GP Mexicano é pouco gloriosa ao Brasil. Senna Venceu em 1989 e perdeu a vitória em 1990 devido a um pneu furado. Os brasileiros, porém, sempre que questionados sobre o que se lembram das corridas mexicanas respondem quase que de forma ensaiada: “Senna capotando na peraltada”.

Os maiores vencedores na terra da tequila são: Jim Clark, Alain Prost e Nigel Mansell, todos com duas vitórias cada. Clark possui quatro poles em terras mexicanas. O último a levantar o caneco no GP do México foi o leão Inglês, Mansell.

O circuito Hermanos Rodriguez passa por uma reformulação pela terceira vez em sua história, e a melhor volta anotada até hoje foi conquistada na segunda geração da pista com o tempo de 1:16.788 em 1991 por Nigel Mansell e sua poderosa Williams que era empurrada pelo potente motor Renault (A RedBull deve sentir saudade dos potentes motores Renault).

Confira como ficou o Hermanos Rodriguez após as mudanças:

Engenheiros de Williams, Mercedes e Ferrari disseram essa semana que o a pista mexicana possui características semelhante às pistas de Monza e Socchi. Se isso se concretizar provavelmente veremos brigas entre Ferrari, Williams e Force-India enquanto a Mercedes dispara rumo a vitória – Quem vence? Hamilton ou Rosberg? Façam suas apostas.

A corrida acontece no domingo as 17h com transmissão da SporTV, já que a emissora de TV aberta que detém os direitos de transmissão da corrida preferiu transmitir jogos de futebol.

Senhoras e senhores, a Fórmula 1 retorna a um antigo palco, totalmente reformulado e mesmo que o campeonato já esteja decidido, ainda há muita coisa em jogo! Não vá ficar de fora, tenho certeza que essa corrida será emocionante.