Cansada de lutar, Ronda Rousey diz que vai DESAPARECER após o UFC 193

Getty Images

Ronda Rousey parece um pouco cansada da fama e não vê a hora de entrar no octógono do UFC 193, neste sábado, em Melbourne, Austrália, para defender seu cinturão do peso galo (até 61kg) contra Holly Holm, e desaparecer por uns tempos.

LEIA MAIS:

Ronda quer bater recorde de público do UFC

Segundo a campeã, a ideia é que ela volte a lutar somente no UFC 200, em 9 de julho de 2016, em Las Vegas. “Estou vendendo um produto e e preciso estar lá [no octógono]. Eu não tenho opção. Mas depois desta luta, definitivamente farei algumas pessoas sentirem falta de mim, com certeza. Acredite em mim, não há nada que eu queira mais do que desaparecer por uns tempos”, admitiu a lutadora em entrevista à revista norte-americana “Rolling Stone”.

Nestes oito meses sem lutar, que vão representar a segundo maior “descanso” de sua carreira no MMA desde 2011, quando começou, Ronda diz que continuará ocupada, pois estará gravando o remake do filme “Matador de Aluguel” (Road House), que teve sua primeira edição em 1989.

 Ronda Rousey já participou de outros filmes, mas não com o destaque deste que está para estrelar. A atleta já atuou em “Os Mercenários 3” e “Velozes e Furiosos 7”, ambos lançados em 2014.
A luta com Holm será a sétima defesa de cinturão nos galos de Ronda, que nunca foi derrotada na carreira (12 lutas). Porém, a adversária também está invicta e é considerada a melhor das desafiantes que poderia enfrentar.

Entretanto, Ronda diz estar preparada. “O estilo de luta dela [Holm], no papel, é o tipo que seria o pior confronto para mim. Ela é o tipo de pessoa que tenho de ser muito paciente e muito cautelosa, por causa de sua capacidade de lutar por fora e de seu contragolpe”, disse a atual campeão.

Foto: Getty Images