Buemi vence em Punta del Este e retoma liderança da Fórmula E

Sébastien Buemi venceu na tarde deste sábado (19) o ePrix de Punta del Este, terceira etapa da temporada 2015/2016 da Fórmula E. Esta é a segunda vitória do suíço da equipe eDams no campeonato, esta conquistada após largar da quinta colocação e avançar no decorrer da corrida até assumir a liderança, na oitava passagem.

LEIA MAIS:
D’Ambrosio conquista sua primeira pole na Fórmula E

Lucas di Grassi terminou na segunda colocação, posto que o brasileiro da equipe ABT Audi Sport assumiu após a rodada de parada nos boxes para troca de carros. Jérôme D’Ambrosio, que largou na pole position com o carro da equipe Dragon Racing, completou o pódio na terceira posição.

Se Di Grassi teve um bom desempenho, o mesmo não pode ser dito dos outros dois brasileiros do grid. Bruno Senna abandonou com problemas em seu Mahindra, depois de bater ainda na primeira metade da prova, enquanto Nelsinho Piquet foi o 14º após bater na penúltima volta da corrida.

Com os resultados deste sábado, Sébastien Buemi retoma a liderança do campeonato, com 62 pontos, apenas um a mais em relação ao agora segundo colocado, Lucas di Grassi, que tem 61. Jérôme D’Ambrosio é o terceiro, com 28, enquanto Sam Bird e Loic Duval dividem a quarta posição com 24 pontos cada. Bruno Senna é o 11º, com dez pontos, e Nelsinho Piquet é o 16º, com quatro.

A Fórmula E terá sequência no dia seis de fevereiro de 2016, com a realização do ePrix de Buenos Aires, na Argentina.

A corrida

Jérôme D’Ambrosio manteve a liderança na largada, seguido por Sam Bird, que superou Loic Duval para ganhar a segunda posição. Sébastien Buemi também ganhou uma posição ao ultrapassar Lucas di Grassi, ganhando a quarta colocação. Bruno Senna avançou ao oitavo posto, enquanto Nelsinho Piquet caiu para a 13ª posição.

A corrida de Senna caiu por terra logo na terceira volta, quando seu Mahindra ficou lento pela pista, fazendo o brasileiro visitar os boxes. Buemi seguiu avançando e superou Bird, pulando para o segundo posto para na oitava volta assumir a liderança da corrida, ao ultrapassar D’Ambrosio.

Di Grassi ganhou a quarta posição de Sam Bird na décima volta, enquanto Senna encontrou o muro duas passagens depois e reclamou da dirigibilidade de seu carro. A rodada de paradas nos boxes foi aberta no 17º giro e, uma volta depois os líderes fizeram a troca de carros. O brasileiro da ABT Audi Sport ganhou duas posições e assumiu o segundo posto, atrás de Buemi.

Vindo em boa corrida, Sam Bird teve problemas em seu carro na 18ª volta, obrigando a direção de prova a acionar o Safety Car Virtual. Na relargada, Di Grassi passou a pressionar Buemi, mas o suíço rapidamente aumentou seu ritmo e abriu vantagem para o brasileiro, que por sua vez tinha uma distância segura para D’Ambrosio.

Na penúltima volta, Nelsinho Piquet tentou segurar a oitava posição dos ataques de Vergne. Os dois se tocaram e o atual campeão prevaleceu, mas algumas curvas depois o brasileiro bateu forte, terminando a corrida apenas na 14ª posição. Na frente Buemi seguiu tranquilo para vencer pela segunda vez na temporada, seguido por Di Grassi e D’Ambrosio.

Foto: reprodução/Twitter



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.