Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Campeão do UFC revela que pior lesão de sua vida foi no pênis

O campeão do peso médio do UFC, Chris Weidman, ganhou fama mundial por ter sido o atleta que destronou o brasileiro Anderson Silva na organização. Mas um fato inusitado no passado do norte-americano também poderá contribuir (e muito) para ele ficar conhecido. Em um chat online com leitores do site “Huffington Post”, Weidman contou que a pior lesão de sua carreira foi em um lugar “delicado”: o pênis.

Matheus Adami
Jornalista, editor do Torcedores. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.

Crédito: Getty Images

LEIA MAIS:
Chris Weidman se surpreende sobre enfrentar Jon Jones: “Ele quer luta tão dura assim?”
Chris Weidman afirma que Anderson Silva seria azarão em um novo combate no UFC

 

 

Weidman contou que machucou a região genital quando estudava na primeira série, durante a infância. Ele estava no banheiro e ficou com o pênis preso no zíper da calça.

“Fiquei com meu pênis preso no zíper. Todos esses professores vieram e tentaram tirar, mas não conseguiam. Aí veio o reitor, o vice-reitor, e eu os ouvia quase rindo disso. Aí vieram os paramédicos, não conseguiam tirar, ficaram se olhando como se estivessem dizendo: ‘Não consigo acreditar nisso’. Então eles cortaram todo o meu jeans, de forma que a única coisa que restou foi o zíper e eu, nu, com todos os meus professores e o reitor me olhando pelado. Foi terrível”, lembrou Chris Weidman.

Para piorar a situação, os demais alunos viram a cena, pois quando Weidman foi levado de maca para um hospital, era justamente o momento em que as aulas acabaram. E o irmão do futuro campeão do UFC ainda deu uma “força” ao dizer que Chris Weidman teve o órgão genital amputado.

“Até eu chegar à sexta série, todo mundo achava que eu não tinha pênis. Na sexta série, eu estava basicamente balançando ele por todo lugar, tipo, ‘Olhem pra mim! Eu tenho um!’, uma vez que ganhei confiança para botar para fora”, contou.

Com pênis, Chris Weidman volta a lutar no UFC no próximo dia 12. Ele defende o cinturão da categoria até 84kg contra o compatriota Luke Rockhold, no coevento principal do UFC 194, que acontecerá em Las Vegas, nos Estados Unidos. Na luta principal, o brasileiro José Aldo enfrenta o irlandês Conor McGregor pela unificação dos títulos do peso pena (66kg).

Crédito da foto: Getty Images