Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Especial Palmeiras: Allione, o argentino com mais futuro

Contratado do Vélez Sarsfield, no ano passado, como uma das principais revelações argentinas dos últimos anos, Agustín Allione teve um início de temporada bom, com gols e assistências, mas o final foi fraco, ficando mais no banco de reservas, como opção para o segundo tempo dos jogos.

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Palmeiras

LEIA MAIS:

Especial Palmeiras: Fernando Prass, o despertar de um ídolo

Especial Palmeiras: Vitor Hugo, o gigante da zaga alviverde

Empolgado com ano do Palmeiras, Prass crava: “Entraremos na Libertadores para ganhar”

Fernando Prass revela como começou rixa com Ricardo Oliveira: “Ele humilhou o Dudu”

“Palmeiras procura atletas com emocional forte”, afirma Alexandre Mattos

Mattos confirma que permanência de Rafael Marques está próxima: “Tendência que fique por mais alguns anos”

Dirigente do Palmeiras pede ajuda da torcida para contratar Conca

Mesmo assim, o jovem de 21 anos tem boa qualidade técnica e tática e, dentre os argentinos da equipe, é o mais talentoso. Allione foi contratado em julho de 2014 a pedido do então técnico Ricardo Gareca, que apostava muito no meia-atacante.

Começou a temporada no time titular, sob o comando de Oswaldo de Oliveira, atuando pelos lados de campo, como fazia no Vélez, e ia bem até  machucar o joelho direito, no início de abril, lesão que o tirou de ação até o final de agosto. Sem ritmo, começou a ganhar chances com o novo técnico Marcelo Oliveira depois de recuperado, mas na maioria das vezes atuando centralizado, para armar a equipe, algo que não conseguiu fazer com maestria.

Seu melhor momento em 2015 foi no duelo contra o Internacional, pelas quartas de final da Copa do Brasil, no Allianz Parque. Ele foi decisivo com uma assistência para o gol de Andrei Girotto, o terceiro e último tento na vitória alviverde por 3 a 2.

E apesar da temporada irregular, Allione chamou a atenção do Rosario Central, da Argentina, que fez uma proposta de empréstimo para tê-lo por seis meses em 2016, para jogar na Libertadores. Porém, o Verdão, ciente do potencial do jovem atleta, já avisou que não vai cedê-lo.

Allione pode ser muito importante em 2016, mas será necessário que Oliveira o utilize na posição em que conhece, jogando pelos lados.

Ficha técnica

Nome: Agustín Lionel Allione
Posição: Meia
Naturalidade: Amenabar/ARG
Nascimento: 28/10/1994
Altura: 1.70m
Camisa: 20
Jogos: 46
Gols: 2

Clubes: Vélez Sarsfield-ARG (2011-14) e Palmeiras (desde 2014)
Títulos: Torneio Apertura do Campeonato Argentino (2012), Campeonato Argentino (2012/13), Supercopa Argentina (2013) e Copa do Brasil (2015)

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação